Menu
Busca sexta, 16 de abril de 2021
(67) 99257-3397

TJ/MS recua E Sindijus suspende manifestação de hoje

14 setembro 2005 - 07h55

Depois do protesto realizado pelos servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, na tarde de ontem, o presidente do Tribunal de Justiça de MS, desembargador Claudionor Abss Duarte, decidiu retirar da pauta de hoje do Tribunal Pleno o projeto que institui a jornada de 8 horas.A decisão foi comunicada pelo próprio presidente do TJ à diretoria do Sindijus/MS, no início da noite de ontem, estabelecendo que o projeto volta à pauta dentro de 15 dias. O protesto dos servidores contra a mudança de 6 para 8 horas diárias de trabalho sensibilizou os desembargadores, que decidiram adiar a deliberação.O Sindijus/MS suspendeu a manifestação prevista para esta quarta-feira no Tribunal de Justiça e mobiliza a categoria para a luta pela manutenção da jornada de seis horas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dia D vai vacinar idosos acima de 61 anos contra a Covid neste sábado
DOURADOS
Dia D vai vacinar idosos acima de 61 anos contra a Covid neste sábado
BRASIL
CBF define potes de sorteio da terceira fase da Copa do Brasil
MS
Egresso da UEMS é o primeiro historiador de MS a receber registro profissional
Após quase um mês de estiagem, chuva chega e derruba temperatura em Dourados
TEMPO
Após quase um mês de estiagem, chuva chega e derruba temperatura em Dourados
Pandemia pode manter níveis críticos ao longo de abril, diz Fiocruz
BRASIL
Pandemia pode manter níveis críticos ao longo de abril, diz Fiocruz
MS
Polícia civil realiza incineração de droga avaliada em mais de R$ 300 mil
JARDIM
Ao limpar arma, jovem atira no próprio pé e, por não ter autorização para posse irá para delegacia
MS
SES lança serviço de consulta a resultados de exames da Covid-19 no site
MS-164
Veículos com 450 pacotes de cigarros contrabandeados são apreendidos
ARTIGO
Lulalá

Mais Lidas

DOURADOS
Veículo usado para transportar corpo de colombiano passará por perícia
CRIME AMBIENTAL
Goiano preso com minhocas terá que pagar multa de quase meio milhão de reais
AMEAÇA DE EXTINÇÃO
Após passar por MS, homem é preso com mudas raras que seriam vendidas na Bolívia
DOURADOS
Funsaud oficializa saída de diretor médico da UPA após denúncia de escala sem plantonista