Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
ARTIGO

Titulo de aforamento perpétuo

18 junho 2015 - 12h45

Muitos que chegaram a Dourados no início de sua formação, adquiriram por aforamento perpétuo a maior parte dos imóveis. Eram grandes, onde foram construídas as primeiras casas residenciais e comerciais.

Meu pai morava no lugar denominado Picada do Romualdo, hoje Distrito de Picadinha, onde chegou e se instalou definitivamente em 1942, após adquirir a primeira propriedade denominada de São João e Penha. Ali abriu uma casa de comércio nominada de Casa Brasil, a seguir abriu vários negócios: fábrica da pinga Ferreirinha, extração de madeiras, foi cartorário, cortou parte das terras para loteamento. Meus filhos hoje estão dando continuidade ao seu sonho na área agrícola e pecuária.

Certa vez recebeu a visita de uma pessoa à procura de uma alça prima, afinal tinha duas e permutou uma delas por uma área de 2.500 metros quadrados em Dourados. Muitos imóveis como este já foram transferidos a terceiros, pois havia muitos aventureiros na região e poucos acreditavam no seu progresso. Os negócios eram praticamente realizados à base da troca e havia muita oferta no mercado imobiliário.

Passados 68 anos, ainda detemos 50 metros na Avenida Weimar Gonçalves Torres e 25 metros na Rua General Osório, onde está a minha residência e meu escritório de advocacia, bem como a residência da minha irmã Iracema e alguns salões alugados.

Nossa propriedade urbana está localizada no quarteirão número 01, onde praticamente foi feito o primeiro loteamento, a partir da quadra A, área central e hoje está se tornando uma região muito forte no comércio, principalmente na área de alimentação, onde há vários restaurantes. A municipalidade depois de mais de 40 anos está rebaixando o canteiro da avenida, dando uma melhor visibilidade para o trânsito.

O prefeito João Augusto Capilé Júnior, conhecido como Sinjão Capilé foi quem outorgou a meu pai o título de aforamento perpétuo do referido imóvel. Faleceu aos 99 anos em Cuiabá no dia 02/06 do corrente mês.

José Tibiriçá Martins Ferreira, advogado e produtor rural na Picadinha

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASILEIRÃO
TRT-RJ suspende Palmeiras e Flamengo devido a infectados pela covid-19
DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS
Próximo prefeito de Dourados terá orçamento menor no primeiro ano de governo
MS
Idosa de 84 é multada em R$ 11 mil por derrubada de árvores em área protegida
BRASIL
Bolsonaro recebe alta após cirurgia para retirada de cálculo na bexiga
DOURADOS
Bombeiros atendem segunda ocorrência de incêndio residencial no mesmo dia
DOURADOS
MPE descarta omissão de servidores e arquiva inquérito sobre homicídio na PED
PERIGO
Em alerta por onda de calor e baixa umidade, Dourados tem temperatura mais alta no ano
STJ
Confirmada indenização de R$ 450 mil para vigilante que ficou paraplégico após tiro acidental da polícia
DOURADOS
Se Justiça Eleitoral deferir, douradense terá a eleição com mais opções para prefeitura
ELEIÇÕES 2020
Câmara de Dourados deve ter concorrência superior a 14 candidatos por vaga

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
PANDEMIA
Novo decreto diminui toque de recolher e libera venda de bebidas em bares até as 23h
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão