quinta, 13 de junho de 2024
Dourados
18ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Tereré é objeto de pesquisa de alunos de escola estadual

25 outubro 2004 - 17h36

Aproveitar o ambiente escolar para colocar em prática idéias criativas, além de estimular a busca por novos conhecimentos, é um objetivo que vem sendo alcançado pela Escola Estadual José Barbosa Rodrigues, de Campo Grande. Na unidade, cinco alunos da sexta série do ensino fundamental desenvolveram, durante três meses, uma pesquisa sobre um característico aspecto da cultura regional, o hábito de tomar tereré, uma bebida composta, basicamente, de erva-mate torrada e água gelada.O projeto “Erva-mate tereré” abordou a história da bebida típica, passando pela origem e importância econômica que o cultivo já teve para a região de Mato Grosso do Sul, a composição química, os benefícios para o organismo do ser humano, a gastronomia e as lendas que envolvem a planta. Entre as curiosidades apontadas pela pesquisa encontra-se a Dança do Tereré, organizada em pequenos municípios do interior do Estado, onde a erva-mate é plantada. “Assim como existe a Festa da Uva, existe a Dança do Tereré na época da colheita. É uma espécie de consagração, na qual é representada a roda do tereré”, explica a professora responsável pelo projeto, Márcia Laines Pilotto. A dança foi apresentada na abertura da Feira Cultural do ano passado.Gastronomia - Apesar de o projeto abordar vários aspectos interessantes referentes ao tereré, segundo Márcia, o que mais atraiu a atenção dos visitantes da feira foi a gastronomia, que ensinava receitas que têm a erva-mate como ingrediente principal. Além do tereré, com chá sabor limão e abacaxi, os alunos serviram o sorvete de tereré. “Nas pesquisas na internet, encontramos um receita de sorvete de erva-mate, que foi feita e entregue às pessoas que iam conhecer o projeto”, lembra a professora. A receita foi preparada pela mãe de uma das alunas autoras da pesquisa.O trabalho sobre o tereré foi apresentado na Feira Cultural da escola, realizada no mês de setembro, e conquistou o primeiro lugar, entre os projetos do período vespertino. De acordo com a professora, houve grande interesse e curiosidade pela pesquisa. “Foi uma coisa nova, por isso todos gostaram muito”, explica Márcia. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO

Policial militar de folga impede assalto de adolescentes em conveniência

TEMPO

Quinta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove

Justiça Militar absolve PMs acusados de agredir jornalista
NOVA ANDRADINA

Justiça Militar absolve PMs acusados de agredir jornalista

PROJETO

Mulher estuprada que fizer aborto pode ter pena maior que estuprador

CAMPO GRANDE

Adolescente é apreendido por tentativa de homicídio e incêndio

'GABINETE DA OUSADIA'

Oposição pede investigação sobre posts pró-governo e contra adversários

BATAGUASSU

Polícia apreende 281 quilos de maconha que seria levada para SP

SAÚDE

SES registra caso de febre oropouche; paciente é mulher de 42 anos

CAPITAL

Dentista sequestrado e extorquido foi abordado ao parar em semáforo

BRASIL

PF indicia ministro Juscelino Filho por corrupção e organização criminosa

Mais Lidas

JUNHO

Festa Junina de Dourados terá Maria Cecília & Rodolfo e outros sertanejos

TRÁFICO DE DROGAS

Morador em Dourados é preso com mais de 200 quilos de cocaína em São Paulo

JARDIM MARACANÃ

Almoço em família termina com agressão e tentativa de homicídio em Dourados

REGIÃO

Gaeco cumpre mandados durante operação em Douradina