Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Tecnólogos da Unigran firmam compromisso profissional

11 dezembro 2009 - 17h08

Numa noite marcada pelo orgulho da família ao ver os tecnólogos em Produção Agrícola, Produção Publicitária e Estética e Cosmética da UNIGRAN receberem a outorga de graus, o compromisso e a responsabilidade da profissão escolhida foram destacados na solenidade de formatura nesta quinta-feira (10) pela esteticista oradora das turmas, Josiane Sauer.
“O conhecimento ninguém pode tirar de nós. Agora, somos livres para trilharmos o nosso caminho, porque já temos a base. Fica apenas o sentimento da saudade e a certeza de que seremos profissionais responsáveis, por termos escolhidos bem a instituição que nos formou”, disse a oradora. “Vamos sentir muita falta da universidade, não só das aulas, mas das coisas que aprendemos com os colegas, com as experiências diferentes”, frisou a formanda.
Josiane Sauer lembrou dos momentos que marcaram os anos de faculdade, das dificuldades e das grandes e verdadeiras amizades que foram feitas na UNIGRAN. “Estamos com o coração apertado, mas olhando para os professores, pais e amigos, todos cheios de orgulho, é a melhor sensação que podemos sentir. Fomos uma família nesses anos de faculdade. Agora vamos trilhar nossos caminhos, sempre honrando os ensinamentos, para nosso crescimento profissional e para o bem da sociedade”, reiterou a oradora.
A cerimônia de outorga de graus, presidida pela reitora Rosa Maria D’Amato De Déa, foi acompanhada pelos familiares que vibraram muito ao recepcionar os formandos no salão de eventos da UNIGRAN. Cada turma percorreu um tapete vermelho por entre a plateia até ao palco, onde permaneceu para acompanhar a cerimônia e receber os certificados de conclusão de curso. O sentimento de vitória, de missão cumprida é expressa pela felicidade dos formandos.
“Eu venci. Cursar Estética e Cosmética foi uma experiência única na minha vida. Conheci pessoas maravilhosas, professores excelentes. O curso abriu perspectivas para eu projetar minha vida profissional”, disse a esteticista Cledina da Silva Aranda, 40 anos. “Voltar a estudar depois de 20 anos foi muito importante para a minha vida”, descreveu.
A faculdade para alguns é o acesso a uma profissão, e para outros, um aporte teórico e prático para aperfeiçoar-se nas atividades que já desenvolve cotidianamente. É assim para o jovem Emilio Carlos Ribeiro, de 22 anos, que se formou em Produção Agrícola, atividade que desenvolve há anos com a família. “Para eu fazer esse curso foi uma grande vantagem. Melhorei meu desempenho profissional, aprimorei meus conhecimentos e passei a ter contato com a pesquisa”, disse o tecnólogo. “Estou muito feliz”, reiterou.
Orgulhoso de ver os novos profissionais serem inseridos no mercado de trabalho foi o presidente de honra da Instituição e vice-governador de Mato Grosso do Sul, Murilo Zauith. “Esse é um momento marcante na vida de todos nós, dos formados e da UNIGRAN. Dedico essa vitória não só aos acadêmicos, como também a todos os familiares que escolheram a UNIGRAN na educação profissional dos seus filhos”, disse, ressaltando que cada vitória profissional dos bacharéis será também a vitória dos professores.
Registros fotográficos e abraços marcaram o encerramento da formatura. O nome de turma do curso de Tecnologia em Produção Agrícola homenageou a professora Adriana Viana Schwan Stoffel e como patrono o professor Wilson Finamore. De Produção Publicitária, o nome de turma foi o professor Ricardo Fava e a patronesse, Maria Alice Campagnoli Otre. Na Estética e Cosmética, a homenagem de nome de turma foi para a professora Julice Angélica Batistão Gadani e o patrono, Wanderlei Onofre Schimitz. A paraninfa dos cursos tecnológicos foi a professora Lovaine Fiel de Quevedo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STJ
Quinta Turma dará mais publicidade aos processos levados em mesa para julgamento
BRASIL
Câmara pode votar Lei de Emergência Cultural na próxima terça-feira
BRASIL
Firjan Senai oferece cursos de aperfeiçoamento para todo o país
STJ
Juiz deverá aplicar medidas coercitivas a familiares que se recusam a fazer DNA, sejam ou não parte na investigação de paternidade
STF
Empresas optantes pelo Simples têm direito a imunidades em receitas decorrentes de exportação
MINISTRO
Weintraub: “tentam deturpar minha fala para desestabilizar a nação”
DIA MUNDIAL
Situação de stress social pode ser gatilho para quem tem esquizofrenia
ESTADO
Canil do Corpo de Bombeiros participa de ocorrências no interior e na capital
ESPORTE
Beach Handebol brasileiro busca alternativas para se manter no topo
INTERIOR
Com peças de Lego, alunas da UEMS criam robô que ajuda na prevenção do coronavírus

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
MARACAJU
Homem morre após tentativa de fuga e troca de tiros com a polícia
MS-145
Motorista disse não ter visto momento que atropelou e matou ciclista