Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Técnicos do Idaterra participam de capacitação em Campo Grande

06 agosto 2004 - 14h17

Trinta agrônomos extensionistas do Idaterra estiveram reunidos no Centro de capacitação desta instituição (Cepaci), em Campo Grande, durante as manhãs e tardes desta semana, para o terceiro módulo do curso sobre Manejo e Conservação do Solo e da Água, promovido pela Embrapa Agropecuária Oeste, empresa vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e pelo Idaterra. Os assuntos abordados durante a semana foram sobre formação de pastagens em solos de cerrado, regulagem e operação de implementos e máquinas agrícolas e tecnologia para recuperação florestal em áreas de preservação permanente. Este curso representa mais um passo para estreitar ações entre a pesquisa e a transferência de tecnologia, segundo a opinião de Mário Artemio Urchei, Chefe-Geral da Embrapa Agropecuária Oeste, pois os participantes, ao atuarem diretamente nas propriedades familiares, serão os responsáveis para o repasse das novas informações científicas aos agricultores, nas regiões onde atuam. Os extensionistas que fazem parte do curso são provenientes de 18 municípios sul-matogrossenses. Um deles, José Neves Camargo, de Camapuã, desenvolve seu trabalho em uma região de solo arenoso, onde a pecuária de corte e leite responde por 90% das atividades. Este agrônomo reconhece que o curso está contribuindo para o seu trabalho ao apresentar novas alternativas para serem desenvolvidas no município, que ainda enfrenta o problema da erosão. Este curso vem sendo ministrado desde julho, com aulas previstas até o final de agosto, no Cepaci. Os palestrantes desta semana foram Luís Armando Zago Machado (Embrapa Agropecuária Oeste), Armindo Neivo Kichel (Embrapa Gado de Corte), Alexander Silva de Resende (Embrapa Agrobiologia), Ary Fialho e João Copertino (Idaterra). A programação técnica está sob coordenação dos pesquisadores Carlos Hissao Kurihara, da Embrapa Agropecuária Oeste, e Carlos Eduardo Marques, do Idaterra.Nas próximas semanas haverá preleção de pesquisadores da Embrapa Agropecuária Oeste, Embrapa Solos, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA-MS), Idaterra, UFMS, Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (INPEV) e Emater (Paraná). A exemplo deste, a Embrapa também oferece cursos de capacitação a outros públicos interessados, como empresas, prefeituras, agricultores com interesse no desenvolvimento da agricultura regional, sendo o conteúdo elaborado de acordo com a demanda dos grupos. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS se aproxima de 240 mil curados da Covid-19, mas óbitos já são quase 6 mil
PANDEMIA
MS se aproxima de 240 mil curados da Covid-19, mas óbitos já são quase 6 mil
Prefeitura garante plantão normalizado na UPA após problemas por falta de médicos
DOURADOS
Prefeitura garante plantão normalizado na UPA após problemas por falta de médicos
Representante de Dourados estreia hoje na Copa do Brasil de Futsal
ESPORTES
Representante de Dourados estreia hoje na Copa do Brasil de Futsal
Presidente do TRT-MS é indicado ao cargo de ministro do TST
JUSTIÇA DO TRABALHO
Presidente do TRT-MS é indicado ao cargo de ministro do TST
Deputado Barbosinha homenageia Dourados News pelos 20 anos
CONGRATULAÇÃO
Deputado Barbosinha homenageia Dourados News pelos 20 anos
FUTEBOL
Organização da 17ª Copa Assomasul é debatida em MS
IMUNIZAÇÃO
Estado aprova envio das primeiras doses da vacina Pfizer para Dourados
ESTADO
Sábado é o último dia para matrícula de aprovados da UEMS da 4ª convocação
MS
Preso com cocaína alega que tráfico quitaria dívida de R$ 2 mil
BRASIL
Infovia subfluvial vai levar internet ao Norte, por rios da Amazônia

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido