Menu
Busca terça, 26 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Técnico de Portugal diz que equipe de Dunga é melhor

10 dezembro 2009 - 09h28

Adversário do Brasil na Copa-2010, o técnico de Portugal, Carlos Queiróz, classificou ontem o time de Dunga como mais forte do que em 2006. A declaração, durante a Footecon, fórum internacional de futebol, no Rio, foi feita ao lado do técnico Carlos Alberto Parreira, que comandou a seleção brasileira na Alemanha.
Parreira é um dos organizadores do evento e fez o convite a Queiróz, que disse se inspirar no brasileiro e em Alex Ferguson, treinador do Manchester. "Eu acho que esta equipe dirigida pelo Dunga tem uma particularidade que é muito difícil para os outros treinadores. A sua concentração, disciplina e empenho dos jogadores em trabalhar pela bola. Além da técnica, esse Brasil traz um Dunga na cabeça de cada jogador", falou o técnico de Portugal, elogiando o estilo empregado pelo brasileiro, que já foi comandado por ele duas vezes. O técnico português também reconheceu que sua seleção menosprezou o Brasil em amistoso entre as duas equipes, no ano passado. O jogo foi 6 a 2 para os brasileiros. "Não estávamos em forma, mas nossa abordagem a partir dos 20 minutos foi errada porque não respeitamos e consideramos as capacidades e o potencial dos brasileiros. E isso é fatal, mas não vamos fazer durante a Copa do Mundo."
Ontem, em sua palestra na Footecon, Queiróz revelou que após o amistoso teve conversa séria com seus atletas. "Disse a eles que se estivéssemos em um helicóptero e tivéssemos que nos jogar na selva nem todos estavam preparados para ir." Queiróz avaliou que ainda é cedo para fazer projeções sobre o Grupo G, que além de Brasil e Portugal conta com Costa do Marfim e Coreia do Norte. E se queixou de que, a seis meses do início do Mundial, os melhores jogadores poderão chegar longe de suas melhores condições físicas por conta dos vários torneios de clubes. "É a competição rainha e precisa dos melhores jogadores na melhor de suas formas, mas isso não tem sido possível porque todas as federações querem isso", argumentou.
Por essa razão, disse acreditar que não é um problema enfrentar o Brasil. "Na hora de começar o jogo, tudo é diferente. Um erro de um favorito pode significar um insucesso." Queiróz ainda falou sobre Cristiano Ronaldo. Disse que o jogador do Real Madrid hoje está mais "maduro" e pode liderar Portugal na África. "Quando o Cristiano foi eleito o melhor do mundo [em 2008] ele não foi atrapalhado por lesões. Neste ano, isso o atrapalhou muito, mas acho que já está ficando para trás e espero que ele possa ganhar jogos sozinho para nós."

Deixe seu Comentário

Leia Também

SENTENÇA
Justiça determina que morador cumpra regras de construção de condomínio
COVID-19
Senado aprova requisição obrigatória de leitos privados pelo SUS
AGRESSÕES
Após ordem judicial, “Pedreiro Assassino” é transferido para Instituto Penal
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra 1.039 mortes por Covid-19 em 24 horas e total chega a 24,512
JUSTIÇA
Consumidor será indenizado por protesto de débito já quitado
SAÚDE
Sul-Mato-Grossense Aracy Balabanian é internada com insuficiência respiratória
CAPITAL
Foragido morre em hospital após ser esfaqueado na rua, mãe reconhece
ECONOMIA
Petrobras aumenta diesel em 7% e gasolina em 5% nas refinarias
DOURADOS
Motociclista fica ferido em acidente no Jardim Rasselen
TEMPO
Previsão aponta geada para Dourados nesta quarta-feira

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dois meses após decreto de emergência, Dourados confirmou 127 casos de Covid-19
PANDEMIA
Número de pacientes internados por coronavírus em Dourados sobe 50% em 24h