Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Taxas de juros voltam a subir em janeiro, aponta Anefac

10 fevereiro 2010 - 15h46

As taxas de juros aos consumidores subiram em janeiro, segundo pesquisa da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças) divulgada nesta quarta-feira. A taxa média geral para pessoa física teve elevação de 0,01 ponto percentual no mês, passando de 6,86% ao mês ou 121,71% ao ano, em dezembro, para 6,87% ao mês ou 121,96% ao ano.

Das seis linhas de crédito pesquisadas, três tiveram alta de custo e três reduziram. Entre as que ficaram mais caras estão os juros do comércio, cheque especial e empréstimo pessoal de bancos. Já as que ficaram mais baratas são o cartão de crédito, CDC de bancos e empréstimo pessoal de financeiras.

Para empresas, das quatro linhas de crédito avaliadas, três elevaram as taxas no mês. A taxa de juros média para pessoa jurídica teve elevação de 0,03 ponto percentual, passando para 3,65% ao mês e 53,76% ao ano em janeiro.

Segundo a Anefac, essas elevações podem ser atribuídas a dois fatores. A primeira é a expectativa do mercado financeiro com uma provável elevação da Selic (atualmente em 8,75% ao ano), em virtude da demanda aquecida que vem pressionando os índices de inflação.

Já a segunda é em virtude da piora nos mercados internacionais por conta da piora das economias na zona Euro (Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e Espanha), "provocando incertezas quanto à capacidade destes países poderem reduzir seus endividamentos e seus déficits fiscais o que provocou um aumento dos juros futuros".

No período de dezembro de 2008 a janeiro de 2010, a Selic teve redução de 5,00 pontos percentuais, indo de 13,75% ao ano para 8,75%. Neste intervalo, a taxa para pessoa física apresentou queda de 15,95 pontos percentuais e os juros cobrados de empresas, 12,93 pontos percentuais.

Veja a variação das taxas de juros entre dezembro de 2009 e janeiro de 2010

Juros do comércio - de 5,74% para 5,79% ao mês
Cartão de crédito - de 10,68% para 10,66% ao mês
Cheque especial - de 7,27% para 7,32% ao mês
CDC/bancos - de 2,45% para 2,43% ao mês
Empréstimo pessoal/bancos - de 4,82% para 4,88% ao mês
Empréstimo pessoal/financeiras - de 10,18% para 10,12% ao mês

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Ministro do STJ nega pedido de Braz para suspender decisão que pode custar mandato
TRÁFICO DE DROGAS
Homem é preso transportando toneladas de maconha na BR-463
UFGD
Universitários podem se inscrever em competição de esportes on-line
LOTERIA
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 38 milhões
CAPITAL
Golpista clona WhatsApp de vereador e pede dinheiro a pelo menos 30 pessoas
AJUDA DE 600 REAIS
Mais 2,5 milhões de pessoas recebem hoje o Auxílio Emergencial
MORENINHAS
Idoso morre carbonizado durante incêndio em residência
IMPOSTO
Licenciamento de veículos com placas final 1 e 2 vence nesta sexta
INVESTIGAÇÃO
Governo pede ao STF que suspenda depoimento de Weintraub
SIDROLÂNDIA
Motociclista morre em acidente com caminhão boiadeiro na BR-060

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher