Menu
Busca domingo, 28 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Tapetão ameaça bagunçar a segunda divisão do Nacional

27 setembro 2003 - 13h37

Nos gramados, a primeira fase da mais estrelada Série B da história termina neste sábado, com 12 jogos. Mas, no tapetão, a disputa vai longe. Uma derrota do Náutico para o Botafogo, no Rio, deve transformar a segunda divisão do Nacional em uma bagunça jurídica. Mesmo se o clube pernambucano vencer, e passar à próxima fase, existe a possibilidade de caos. Tudo isso por uma pendência que se arrasta desde o início da competição, no final de abril. Logo na primeira rodada, em jogo que venceu o Joinville, o Náutico escalou um jogador, Marcos Lucas, que não estava devidamente registrado na CBF. Assim, o time catarinense foi ao STJD e ganhou os pontos no tapetão. Foi então que entrou em campo a Justiça comum. Dizendo-se torcedor do Náutico, o advogado Ivan Rocha, que foi um dos representantes do clube na esfera esportiva, conseguiu, com base no novo Estatuto do Torcedor, uma liminar na 12ª Vara Federal de Recife que dá os três pontos de volta aos pernambucanos. Passados quase dois meses, a liminar continuava válida até o início da noite dessa sexta-feira, mas sem ser considerada pela CBF, que diz estar amparada por uma outra liminar obtida na Justiça do Rio, que possibilita à entidade desconsiderar disputas de pontos decretadas na Justiça comum. Dessa forma, para a CBF, o Náutico tem hoje 32 pontos. Já o clube, com base na liminar de seu Estado, diz ter 35 pontos, marca que lhe garante na segunda fase. Se perder neste sábado, o time pernambucano pode ser ultrapassado por Paulista e Lusa e ser eliminado. A vitória do Náutico também não é sinônimo de calmaria. Com 38 pontos, o time teria boas chances de terminar entre os quatro primeiros e ter vantagem de um grupo mais tranquilo na segunda fase e facilidades nos mandos. Os principais envolvidos no caso não confiam em solução tranquila. Há quem acredite que a disputa vá parar em Brasília, no Superior Tribunal de Justiça. Até ontem, o Joinville tentava cassar a liminar pernambucana. Além disso, procurava outro recurso, um agravo de instrumento, no Tribunal Regional Federal. "O futuro da Série B para nós é uma incógnita", declarou Otávio Schroeder, diretor do departamento jurídico do Joinville. E, mesmo se ter sua liminar cassada, Ivan Rocha, o advogado e torcedor do Náutico, promete não desistir. "Vou até as últimas consequências", afirmou. O STJD também pode contribuir para deixar a confusão ainda mais confusa. O tribunal ameaça punir o Náutico pela ação na Justiça comum, já que Rocha estaria ligado ao clube de Pernambuco. Em meio a tantas disputas jurídicas, os times entram em campo para definir as últimas vagas na segunda fase. Palmeiras, Botafogo, Brasiliense, Remo e Santa Cruz, pela classificação da CBF, já estão garantidos. As outras três vagas serão definidas por Marília, Náutico, Sport, Paulista e Lusa. No outro lado da tabela, o União São João já foi condenado à terceira divisão do Nacional. O outro rebaixado sairá da batalha travada entre Gama e Caxias. Com tantos times tradicionais, a Série B foi um relativo sucesso de bilheteria. Pela última parcial da CBF, o público médio da competição era cerca de 30% superior ao do ano passado. Com o apelo de Palmeiras e Botafogo, a competição tem até jogos transmitidos ao vivo em emissoras abertas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia Ambiental disponibiliza Cartilha do Pescador 2021 com todas regras de pesca
MS
Polícia Ambiental disponibiliza Cartilha do Pescador 2021 com todas regras de pesca
Agente comunitária é autuada por envenenar árvore em logradouro público em frente sua residência
AQUIDAUNA
Agente comunitária é autuada por envenenar árvore em logradouro público em frente sua residência
Bêbado, motorista bate carro em poste e vai parar na delegacia
CAPITAL
Bêbado, motorista bate carro em poste e vai parar na delegacia
São Paulo ganha tempo, e Crespo terá calma para conhecer elenco
ESPORTES
São Paulo ganha tempo, e Crespo terá calma para conhecer elenco
TRAGÉDIA
Bebê de dois meses morre após cair entre cama e parede na capital
REGIÃO
Dono de balneário degrada área protegida e é autuado em R$ 15 mil
REGIÃO
PM apreende grande quantidade de contrabando e descaminho em Van
PANDEMIA
Mais uma pessoa morre por covid em Dourados e casos confirmados se aproximam de 21 mil
BRASIL
Base de Alcântara deve começar a lançar orbitais no fim deste ano
PANDEMIA
EUA autorizam vacina da Johnson & Johnson contra a Covid-19

Mais Lidas

DOURADOS 
Mulher é esfaqueada na região central e encaminhada ao HV em estado grave
DOURADOS 
Mulher que esfaqueou rival é autuada em flagrante por tentativa de homicídio
DOURADOS 
Mulher é presa após furtar residência no Altos do Indaiá
ITAQUIRAÍ
Acusado de matar homem com tiro na nuca diz que vítima ameaçava ex