Menu
Busca sexta, 26 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Suspeitos de matar radialista ficarão presos mais 30 dias

04 maio 2004 - 15h50

A Justiça de Amambai prorrogou por mais 30 dias a prisão dos acusados de participação no assassinato do radialista Samuel Roman. O parecer tem como base a lei de crimes hediondos que determina prazos maiores em caso de homicídio qualificado. Os suspeitos Luciano Gregório de Lucena, Fabiano Lucena dos Santos e Ricardo Antônio Machado estão presos desde 22 de abril, depois de serem presos na cidade de Capitan Bado, no Paraguai. Equipes do Garras(Grupo Armado de Repressão a Roubos, Assaltos e Seqüestros) continuam na região de fronteira em busca de pistas e outros suspeitos de envolvimento na execução.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Foragido, pai que estuprou a própria filha em São Paulo é preso em MS
AJUDA
Bolsonaro fala em pagar 4 parcelas de R$ 250 de auxílio emergencial
BATAGUASSU
Usando nome falso há 12 anos, homem foge da policia e até registra filha
FUTEBOL
Fundesporte e Federação assinam repasse de R$ 820,9 mil para o Estadual 2021
Golpistas pedem dados de idosa para simular empréstimo e 'limpam' a conta dela
VACINA
Ministério assina acordo para comprar 20 milhões de doses da Covaxin
CAMPO GRANDE
Idoso fica em porta-malas por mais de meia hora durante roubo de carro
ECONOMIA
Nova linha de crédito imobiliário da Caixa tem juros atrelados à poupança
CRIME AMBIENTAL
Fazendeiro é multado em R$ 19 mil por desmatamento de bioma protegido
PROTESTO
Servidores públicos realizam ação contra a PEC Emergencial em Dourados

Mais Lidas

REGIÃO
Homem é preso após estuprar menina de 11 anos
POLÍCIA
Identificada vítima fatal de acidente entre carretas
DOURADOS
Câmara aprova projeto do Executivo para elevar remuneração de secretários municipais
BELEZA
Representante de Dourados está na final do Miss Brasil Teen