Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021
(67) 99257-3397

SUS terá vacina gratuita contra pneumonia, meningite e otite

18 agosto 2009 - 10h59

A partir de 2010, o SUS (Sistema Único de Saúde) passará a oferecer de forma gratuita a todas as crianças com até um ano uma vacina contra a bactéria pneumococo, que provoca meningite bacteriana, pneumonia e otite média, além de algumas formas de bronquite e sinusite.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), as doenças pneumocócicas são as principais causas de morte de crianças menores de cinco anos que poderiam ser prevenidas com a vacinação. A entidade recomenda que todos os países incluam a vacina contra doenças pneumocócicas em seus calendários pediátricos de rotina.

A medida é fruto de acordo firmado entre o Ministério da Saúde e a farmacêutica britânica GSK (GlaxoSmithKline). O convênio prevê a transferência de tecnologia para a Fiocruz, que, no futuro, assumirá a produção do imunizante.

Para a médica Isabella Ballalai, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, o anúncio da vacina é uma boa notícia porque a inclusão do medicamento na rede era reivindicação antiga das sociedades de imunização e pediatria.

"Essa vacina [na realidade é uma similar, a 7-valente, que protege contra sete subtipos de vírus] existe na rede privada há quase dez anos e o próprio Programa Nacional de Imunização já comprovou a relação favorável de custo e benefício. Onde incluída, sempre trouxe excelentes resultados", afirma.

Segundo o Ministério da Saúde, o pneumococo causa cerca de 1.500 casos de meningite, 20 mil hospitalizações por pneumonia e mais de 3 milhões de casos de otite média aguda por ano no Brasil. A estimativa é que a inclusão da vacina no calendário nacional leve a uma redução de cerca de 10 mil mortes por ano em todas as faixas etárias -com a imunização das crianças, a circulação da bactéria no ambiente diminui e o efeito positivo é sentido também entre os adultos.

A vacina 7-valente, produzida pela farmacêutica Wyeth, custa cerca de R$ 500 (por quatro doses) na rede privada de saúde. "Vamos oferecer no SUS uma vacina moderna, conjugada, que hoje está acessível a uma parcela muito pequena da população", disse o ministro José Gomes Temporão.

A vacina adquirida pelo ministério será eficaz contra dez sorotipos do pneumococo. Com isso, a cobertura passará dos atuais 70% para 82,5% dos casos registrados no Brasil.

Há ainda uma terceira vacina, também da Wyeth, que protege contra 13 sorotipos da bactéria, mas que aguarda aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Pelo acordo oficializado ontem, o governo brasileiro se compromete a adquirir cerca de 13 milhões de doses por ano da vacina da GSK, batizada de Synflorix, até que o processo de transferência de tecnologia seja concluído, o que deve ocorrer em 2017. O custo anual da compra é de R$ 400 milhões.

Segundo o Ministério da Saúde, a quantidade é suficiente para imunizar todas as 3,2 milhões de crianças nascidas a cada ano no país, que precisarão receber doses aos dois, quatro e seis meses de idade. Uma quarta injeção, de reforço, deve ser aplicada até o 12º mês de vida.

A transferência de tecnologia terá início imediato, mas a conclusão só será possível após a construção de uma nova fábrica no campus da Fiocruz em Manguinhos, no Rio.

Novas vacinas
O acordo prevê ainda a cooperação para o desenvolvimento de vacinas contra a dengue e a malária e o aperfeiçoamento da vacina contra febre amarela, já produzida pela Fiocruz.

Ainda não se sabe quanto tempo será necessário para o desenvolvimento dos produtos. Após o registro, a Fiocruz poderá distribuí-las ao sistema de saúde pública brasileiro e fazer doações a países africanos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem que estava desaparecido é encontrado morto com tiro na cabeça
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
DIÁRIO OFICIAL
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
Ocupação de leitos de UTI segue próxima dos 100% em Dourados
COVID-19
Ocupação de leitos de UTI segue próxima dos 100% em Dourados
Primeira Ludoteca de Dourados é inaugurada para atender crianças vítimas de violência
DOURADOS 
Primeira Ludoteca de Dourados é inaugurada para atender crianças vítimas de violência
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda de 0,10%, com aprovação da PEC Emergencial no Senado
PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
MAIS UM CAMPEONATO
CBFS confirma Juventude e Dourados terá dois times na Copa Brasil de Futsal
MUDANÇA
Delegado Alberto Rossi assume Corregedoria de Trânsito do Detran-MS
PORTO MURTINHO
Pecuarista é autuado em R$ 2 mil por incêndio
FAMÍLIAS FORTES
Programa federal vai atender 450 famílias carentes em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados
TRAGÉDIA
Douradense que morreu em acidente no interior de SP tinha 58 anos