Menu
Busca quinta, 15 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Suinocultores de MS preocupados com nova crise

23 janeiro 2004 - 18h47

As cotas para importação de carne suína definidas pela Rússia e que estimou uma queda de aproximadamente 30% na exportação brasileira devem prejudicar Mato Grosso do Sul, que hoje ocupa o sexto lugar no ranking nacional na produção de suínos. Apesar do Brasil ainda não ter cota definida, a Rússia poderá continuar como o principal comprador da carne brasileira. Segundo Adriana Mascarenhas, assessora de economia da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), se realmente existir uma queda das exportações para a Rússia, Mato Grosso do Sul será prejudicado, "não há como prever um percentual, mas a diminuição das cotas poderá provocar uma nova crise como a que houve em 2002, em que foi necessário o abatimento matrizes para diminuir a produção e controlar a crise no Estado", afirma. Adriana acredita que a conquista de novos mercados poderia amenizar o problema. A China é um mercado em vista para o Brasil, além de ser um grande apreciador da carne suína, também é um grande consumidor, por ser um país populoso. Mato Grosso do Sul é exportador indireto da Rússia, já que a carne sul-mato-grossense passa por Santa Catarina e Rio Grande do Sul antes de ser exportada. O Estado possui cerca de 258 granjas e 41 mil matrizes e os frigoríficos Seara e Aurora são responsáveis pelo abate de aproximadamente um milhão de cabeças por ano. Em 2003, o Estado exportou cerca de US$ 245 milhões, um crescimento de 23,5% em relação a 2002, onde os valores foram de US$ 198 milhões. Foram abatidos cerca de 700 mil animais, são mais de 60 toneladas de carne, uma média de 6 toneladas de carne suína produzidas por mês no Estado. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TSE prevê compra de 176 mil urnas eletrônicas para 2022
BRASIL
TSE prevê compra de 176 mil urnas eletrônicas para 2022
Apreensões de drogas em MS aumentam 179% no primeiro trimestre do ano
LEVANTAMENTO
Apreensões de drogas em MS aumentam 179% no primeiro trimestre do ano
MAIS RÍGIDO
Após "caso Henry", Câmara aprova projeto que eleva pena para maus-tratos e abandono de incapaz
Perfil fake da Agehab no WhatsApp promove aglomeração e pode visar golpes
MS
Perfil fake da Agehab no WhatsApp promove aglomeração e pode visar golpes
Em carta a Biden, Bolsonaro promete fim do desmatamento ilegal
INTERNACIONAL
Em carta a Biden, Bolsonaro promete fim do desmatamento ilegal
ORDEM DO DIA
Exercício físico como atividade essencial em MS é aprovado na Assembleia
OPERAÇÃO STATUS
STF mantém preso empresário acusado de lavar dinheiro do tráfico em MS
NAVIRAÍ
Polícia desarticula quadrilha comandada por internos da PED
CITRICULTURA
Ministério aprova zoneamento agrícola de risco climático para cultivo de citros em MS
LEGISLATIVO DE MS
Deputado apresenta indicação para que pessoas com sequelas da Covid-19 sejam reinseridas no mercado

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Soldado da Polícia Militar é encontrado morto no interior de residência
CASA PRÓPRIA
Prefeitura abre recadastramento habitacional em Dourados
DOURADOS
Homem encontrado morto pode ter envolvimento em esquema de agiotagem internacional
DOURADOS
Polícia prende suspeito de tentar matar homem a tiros no Parque do Lago II