Menu
Busca sexta, 26 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397
BRASIL

STJ reconhece direito à nomeação por reclassificação de candidata originalmente excedente

20 janeiro 2021 - 17h40Por Assessoria/STJ

Uma médica aprovada em cadastro de reserva para cargo público no Judiciário conseguiu no Superior Tribunal de Justiça (STJ) o reconhecimento do direito à nomeação. A Segunda Turma entendeu que, como houve uma nomeação tornada sem efeito e uma exoneração, deve ser feita a reclassificação da candidata, o que a inclui nas vagas previstas no edital.

O recurso em mandado de segurança foi apresentado por candidata que disputou uma das duas vagas abertas para o cargo de médico clínico do quadro do Poder Judiciário de Goiás, tendo se classificado apenas na quarta colocação.

Como o ato de nomeação do primeiro colocado foi tornado sem efeito, e o terceiro colocado, apesar de nomeado, foi exonerado, a quarta colocada entendeu estar no número de vagas previsto. A administração não a nomeou, e a candidata impetrou mandado de segurança. O Tribunal de Justiça de Goiás, porém, entendeu que o surgimento de novas vagas – além daquelas previstas no edital – durante o prazo de validade do certame não gera automaticamente o direito à nomeação dos candidatos aprovados em cadastro de reserva.

Reclassificação
Ao analisar o recurso, o relator no STJ, ministro Mauro Campbell Marques, considerou a jurisprudência segundo a qual o candidato originalmente excedente que, em razão da inaptidão de outros concorrentes mais bem classificados, ou de eventuais desistências, reclassifica-se e passa a figurar no rol de vagas ofertadas, tem direito à nomeação.

"Se, embora o concorrente tenha se classificado originalmente fora do número de vagas oferecidas, essa situação alterar-se em razão de fatos posteriores – como desistência, exoneração, falecimento ou posse tornada sem efeito, por exemplo, de candidatos mais bem classificados –, ocorridos dentro do prazo de validade do concurso, a reclassificação eventualmente decorrente disso e a inserção dele no rol de contemplados com o número de vagas oferecidas atribui-lhe o direito público subjetivo à nomeação", explicou o relator.

No caso em julgamento, o ministro constatou que os fatos estavam provados e que a autoridade impetrada reconheceu a situação. Além disso, o prazo de validade do certame expirou sem que a administração pública tenha providenciado espontaneamente a nomeação.

A Segunda Turma deu provimento ao recurso e reconheceu, por unanimidade, o direito à nomeação – mas não à posse, como solicitado pela candidata, porque é preciso que a administração verifique os demais requisitos legais para a investidura no cargo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INSS divulga calendário de retomada da prova de vida
BRASIL
INSS divulga calendário de retomada da prova de vida
Dourados confirma uma morte local e outra de morador da região por Covid-19
DOURADOS
Dourados confirma uma morte local e outra de morador da região por Covid-19
MS ultrapassa 180 mil casos de coronavírus e contabiliza 345 óbitos em fevereiro
PANDEMIA
MS ultrapassa 180 mil casos de coronavírus e contabiliza 345 óbitos em fevereiro
Polícia Civil fecha boca-de-fumo pela 4ª vez em dois anos
CAMPO GRANDE
Polícia Civil fecha boca-de-fumo pela 4ª vez em dois anos
Caminhonete furtada é recuperada com quase duas toneladas de maconha
AMAMBAI
Caminhonete furtada é recuperada com quase duas toneladas de maconha
ECONOMIA
Adequada à Lei de Responsabilidade Fiscal, despesa do Estado com pessoal chega a R$ 7,1 bilhões
DOURADOS
Envolvido com quadrilha de furtos de máquinas agrícolas paga fiança de R$ 10 mil e é liberado
LICENÇA AMBIENTAL
Renovação de licença ambiental
PARANHOS
Homem é encontrado morto em cidade de MS com mãos e pés decepados
TRÁFICO DE DROGAS
Carga de 29 toneladas de maconha é incinerada em Dourados

Mais Lidas

POLÍCIA
Identificada vítima fatal de acidente entre carretas
DOURADOS 
Operação desarticula quadrilha especializada em furtos de máquinas agrícolas
PARAGUAI
Quadrilha é presa com 1,4 tonelada de cocaína e até avião na fazenda de Pavão
PERIMETRAL NORTE
Carro é destruído pelo fogo após acidente em Dourados; veja o vídeo