Menu
Busca quinta, 13 de maio de 2021
(67) 99257-3397

STF julga hoje poder de investigação do Ministério Público

01 setembro 2004 - 14h13

O Supremo Tribunal Federal (STF) vai decidir, nesta quarta-feira, se o Ministério Público pode continuar investigando casos em matéria penal. Está previsto para ir a julgamento em plenário o inquérito 1.968 em que o deputado federal licenciado Remy Trinta (PL-MA) é acusado de desvio de dinheiro do Sistema Único de Saúde (SUS). No inquérito, o deputado argumenta que o MP não tem competência para investigar. A Procuradoria Geral da República opinou pelo recebimento da denúncia, ou seja, aprova a investigação pelo MP. Já o relator do inquérito, ministro Marco Aurélio, e o ministro Nelson Jobim rejeitaram a denúncia em outubro do ano passado. Marco Aurélio entendeu que o inquérito criminal não poderia ter sido realizado pelo Ministério Público, mas pela Policial Federal. Pedido de vista do ministro Joaquim Barbosa suspendeu o julgamento, que hoje será retomado. Conforme a denúncia contra Remy Trinta, as fraudes teriam alcançado cerca de R$ 700 mil apenas no ano de 1995. O deputado e outros acusados, todos proprietários e administradores da Clínica Santa Luzia, em São Luis (MA), teriam se beneficiado de um esquema de fraudes aproveitando-se de Autorizações de Internação Hospitalares (AIHs) falsas para buscar, junto ao Sistema Único de Saúde, pelo menos ao longo de 1995, o pagamento de serviços hospitalares indevidos. A defesa do deputado alegou que a participação de Remy Trinta estaria limitada à cobrança de faturas atrasadas, conforme reconhecido em decisão judicial. Sustentou, ainda, que a denúncia não conteria a configuração do crime de estelionato, ou seja, o efetivo prejuízo material, muito menos a configuração do crime de uso de documento falso. Por fim, alegou a incapacidade investigatória do Ministério Público Federal.   

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASILÂNDIA
Jovem de 23 anos destrói recepção de hospital durante surto
BRASÍLIA
Secretário Mario Frias é submetido a cateterismo de emergência
TRÊS LAGOAS
Homem que matou cantor a tiros em tabacaria é condenado a 46 anos
BRASIL
Câmara aprova projeto que pode restringir atuação da oposição
Homem contrai dívida de R$ 32 mil ao fazer portabilidade de empréstimo
BENEFÍCIO
Cultura prorroga prazo para entrega de documentação do FIC
POLÍCIA
Condutor de lancha envolvida em acidente com morte presta depoimento
EDUCAÇÃO
Metas do Inep para o ano não incluem aplicação do Enem 2021
IVINHEMA
Três dias depois de ser envenenada pela mãe, criança recebe alta
FERIADO
Comarca de Angélica não terá expediente amanhã e sexta-feira

Mais Lidas

INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados
DOURADOS
Descontrolado, pastor xinga policiais por ser orientado a diminuir som de igreja
CLIMA
Inmet alerta Dourados para perigo de chuvas intensas e declínio de temperatura