Menu
Busca quarta, 16 de junho de 2021
(67) 99257-3397

STF autoriza investigação contra 15 parlamentares

06 junho 2006 - 07h50

O Supremo Tribunal Federal (STF), por meio do ministro Gilmar Mendes, autorizou nesta segunda-feira o Ministério Público Federal e a Polícia Federal a investigarem 15 deputados federais acusados de envolvimento com a "máfia dos sanguessugas". Os parlamentares, que poderão responder por crimes de corrupção passiva, ativa e contra a administração pública, são suspeitos de desvio de dinheiro público por meio da venda de ambulâncias superfaturadas. De acordo com o jornal O Globo, Gilmar Mendes acatou pedido do procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza (responsável pela denúncia), e decretou segredo de Justiça para as investigações. Com isso, o STF proibiu a divulgação dos nomes dos deputados sob suspeita. O ministro Gilmar Mendes também autorizou o procurador-geral a solicitar à Polícia Federal a intimação dos parlamentares para que sejam interrogados, a exemplo do que ocorreu no episódio do "mensalão". Segundo Antonio Fernando de Souza, há fortes indícios de que os acusados teriam cobrado propina para incluir emendas no Orçamento da União para financiar a compra das ambulâncias, fornecidas pela Planam e outras empresas acusadas de integrar a "máfia". Embora os nomes dos acusados tenham sido mantidos em sigilo, dentre os investigados devem estar o 2º secretário da Mesa da Câmara, Nilton Capixaba (PTB-RO), o ex-líder do PP Pedro Henry (MT), Dr. Benedito Dias (PP-AP) e Benedito Lira (PP-AL). Os nomes de todos eles, bem como os de outros parlamentares, aparecem associados a cifras financeiras no livro-caixa da Planam, com a rubrica "cifras a pagar". O procurador-geral Antonio Fernando salienta que a lista de 15 parlamentares elaborada pela PF e pelo Ministério Público Federal deve aumentar, à medida que as investigações de outros deputados forem sendo aprofundadas. Ao depor à PF e ao MPF, a ex-assessora especial do Ministério da Saúde Maria da Penha Lino afirmou que pelo menos 171 parlamentares estão envolvidos com a "máfia dos sanguessugas". Ela é ex-funcionária da Planam e, segundo a PF, era responsável por apressar a tramitação das emendas.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Monitor do PIB-FGV vê recuo de 0,7% na atividade econômica em abril
Abertas inscrições do 3º Prêmio de Jornalismo do Tribunal de Justiça de MS
OPORTUNIDADE
Abertas inscrições do 3º Prêmio de Jornalismo do Tribunal de Justiça de MS
Veículo é apreendido com mercadorias de contrabando e descaminho
REGIÃO
Veículo é apreendido com mercadorias de contrabando e descaminho
Todos os munícipios de MS já aplicaram mais de 90% das doses de vacinas recebidas
CORONAVÍRUS
Todos os munícipios de MS já aplicaram mais de 90% das doses de vacinas recebidas
LEGISLATIVO DE MS
Cinemas de MS deverão oferecer sessões mensais adaptadas
EDUCAÇÃO
Celulares apreendidos em presídios já foram doados a mais de 2 mil alunos de MS
DOURADOS
Caminhão de motorista vítima do "falso frete" passa por perícia
CAMPO GRANDE
Homem agride esposa e ateia fogo nas roupas no dia do aniversário dela
LEGISLATIVO
Projeto de Marçal Filho quer omitir dados de clientes em cobranças
AEDES AEGYPTI
Mulher que morreu em março é confirmada 11ª vítima da dengue no ano em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente morre atropelado na BR-163 e condutor foge do local
DOURADOS
Homem tem carro furtado depois de ir com quatro pessoas para motel na BR-463
DOURADOS
Adolescentes e jovem são levados para DP para esclarecer furto de carro em motel
DOURADOS
Após filas e aglomerações, secretário faz duras críticas à população