Menu
Busca sábado, 19 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Soldados de MS fazem parte da Força de Paz no Haiti

19 maio 2006 - 10h40

Os primeiros militares do Exército Brasileiro, que fazem parte do 3º Contingente da Companhia de Energia de Força de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU), embarcam nesta sexta-feira do aeroporto da Base Aérea de Campo Grande em um avião C-130 Hércules (cargueiro) com destino ao Haiti. O embarque será às 12 horas.Além destes, outros 135 soldados devem ser divididos em duas turmas. A primeira embarca no dia 23 e a segunda turma será transportada no dia 4 de junho. A missão dos militares deve durar seis meses.As tropas de paz da ONU no Haiti, que reúne militares de vários países, são comandadas pelo brasileiro general José Elito Siqueira. Ele está no comando desde janeiro, e substitui o general brasileiro Urano Teixeira da Matta Bacellar, de 58 anos, que foi encontrado morto com um tiro na boca, em quarto de hotel da capital Porto Príncipe.Os 150 soldados do Exército que vão para o Haiti passaram por treinamentos no 9º Batalhão de Engenharia e Combate, em Aquidauana. Desses, 34 sul-mato-grossenses são do 9º BE Comb (Batalhão de Engenharia de Combate) de Aquidauana fazem parte do contingente que embarca para o Haiti. Já o restante da tropa é formado por militares do 9º Batalhão de Engenharia de Construção (MT), do 11º Batalhão de Engenharia de Construção (MG) e do 1º Batalhão de Engenharia e Combate (RJ).No treinamento em Aquidauana, os militares passaram por vários tipos de situações que podem encontrar no Haiti. Entre as instruções, o grupo recebeu conteúdo arrojado sobre as mesmas abordagens utilizadas pela polícia de Israel e pela Swat dos Estados Unidos da América. A instrução foi ministrada por instrutores do CTCO/Aquidauana (Centro de Treinamento do Centro-Oeste) da Polícia Rodoviária Federal.O Haiti, que possui uma população de aproximadamente 7 milhões de habitantes (80% abaixo da linha de pobreza), passa por conflito que envolve grupos armados e as tropas leais ao presidente deposto Jean-Bertrand Aristide. O país tem sido palco de confrontos políticos desde que o partido de Aristide obteve ampla vitória em 2000 em eleições legislativas que a oposição denunciou como fraudulentas.As manifestações no Haiti se tornaram mais violentas no final de 2003. Em fevereiro deste ano os haitianos elegeram o presidente René Préval, que tomou posse oficial no último dia 14 (domingo). Mesmo assim, o clima é tenso no país, obrigando interferência da Organização das Nações Unidas, para garantir a governabilidade e assistência à população. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com fila quilométrica, população é orientada a não procurar mais vacina no drive
DOURADOS
Com fila quilométrica, população é orientada a não procurar mais vacina no drive
Thais Matos: Quais cuidados deve ter com suas Lingerie?
NEGÓCIOS & CIA
Thais Matos: Quais cuidados deve ter com suas Lingerie?
Homem perde 'telona' ao sair de casa por poucas horas no Dioclécio Artuzi
DOURADOS
Homem perde 'telona' ao sair de casa por poucas horas no Dioclécio Artuzi
Homem pula muro e 'abandona' obra com 300kg de drogas
DOURADOS
Homem pula muro e 'abandona' obra com 300kg de drogas
Comer bem ajuda a enxergar bem? O Hospital dos Olhos Dourados fala sobre o assunto.
SAÚDE & BEM-ESTAR
Comer bem ajuda a enxergar bem? O Hospital dos Olhos Dourados fala sobre o assunto.
FISCALIZAÇÃO
"Lei seca" completa 13 anos neste sábado
ESTRADA DE FERRO
Barbosinha e Renato Câmara defendem autorregulação para agilizar traçado da Ferroeste
IMUNIZAÇÃO
Dourados vacina pessoas acima de 45 anos hoje no drive do Dom Teodardo
BRASIL
Anvisa autoriza estudo sobre dose de reforço da Pfizer
STF
Barroso mantém decisão da CPI que pediu condução coercitiva de Wizard

Mais Lidas

NA DELEGACIA
Motorista que atropelou indígena diz que fugiu por medo de sofrer represálias
DOURADOS
Motorista que atropelou jovem na Presidente Vargas conduzia um Gol e fugiu
DOURADOS
Incêndio criminoso em revenda de veículos destrói partes de BMW e Triton
COVID-19
Após passar aniversário em UTI Covid, douradense recebe alta em Rondônia