Menu
Busca domingo, 24 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
GUERRA CONTRA O AEDES

Mais dois casos são confirmados e mortes por dengue em Dourados já chegam a três

01 março 2016 - 17h35

Estão confirmadas mais duas mortes por dengue em Dourados somente este ano. Com isso, a quantidade de óbitos pela doença sobe para três, de acordo com o Departamento de Vigilância Epidemiológica do município. Todos os óbitos ocorreram no mês de fevereiro.

A primeira vítima foi uma mulher de 95 anos de idade, moradora do bairro Vila Industrial, que morreu no dia 3. A outra é uma mulher de 44 anos de idade, moradora do Jardim Márcia, que faleceu no dia 24 de fevereiro. Já havia sido confirmada anteriormente a morte de um homem de 77 anos de idade, morador do bairro João Paulo II, que veio a óbito no dia 17 de fevereiro, [relembre aqui](http://www.douradosnews.com.br/noticias/ms-notifica-22-casos-por-hora-e-dourados-confirma-primeira-morte-por-dengue).

Conforme explica o diretor do Departamento, Devanildo de Souza, alguns óbitos demoram mais do que outros para serem confirmados, como é o caso do idoso de 77 anos que morreu depois da idosa de 95, mas teve a confirmação de que a causa foi a Dengue divulgada mais rapidamente. Ele relata que isso acontece porque há uma investigação a ser feita pelo órgão antes da constatação.

“A gente faz toda uma investigação do caso. Verifica primeiro se tem o diagnóstico de Dengue, se aquele paciente tem alguma outra doença que seja considerada uma ‘comorbidade’, por exemplo, e se mesmo com essa ‘comorbidade’, ele não morreria se não fosse a Dengue”, explica.

Ele usa como exemplo o caso da idosa de 95 anos que faleceu. Além da idade avançada, ela possuía sequelas de um AVC e já estava acamada. “A Dengue a debilitou ainda mais e ela veio a óbito”, relata o diretor.

O registro dos dois “novos” casos confirmados foi encaminhado para a SES (Secretaria de Estado de Saúde), que deve divulgar em seu Boletim Epidemiológico atualizado semanalmente com a quantidade de casos em todo Mato Grosso do Sul. Esses números devem engrossar uma estatística já preocupante no Estado, fazendo subir para pelo menos sete a quantidade de mortes pela doença, já que até então havia apenas cinco em MS, [relembre aqui](http://www.douradosnews.com.br/noticias/morte-de-homem-de-24-anos-e-a-5-causada-por-dengue-este-ano-em-ms).

Souza esclarece que sempre quando há um novo caso de óbito registrado em Dourados, há uma nova ação de combate ao mosquito no bairro em que a vítima morava, mesmo que os agentes tenham passado pelo local recentemente. “É sempre feita mais uma ação, com busca pelos focos para impedir que mais pessoas fiquem doentes ou até mesmo venham a morrer por conta da doença”, afirma.

Dourados possui atualmente 2.124 casos notificados de Dengue. Em todo o ano passado foram 2.980 notificações, ou seja, somente em dois meses, a cidade já notificou este ano o correspondente a 70% dos registros do ano passado. Já estão conformados 895 dos casos notificados este ano.

A quantidade de casos notificados também tem aumentado de forma significativa quando consideradas as outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Somente de Zika Vírus são 13 notificações, todas com coletas enviadas para exame no Lacen (Laboratório Central) e nenhum retorno até o momento de que alguma dessas notificações esteja confirmada ou descartada.

O mesmo ocorre com os casos de Febre Chikungunya. Somente este ano foram 12 notificações da doença em Dourados. Em 2015 haviam sido cinco, ou seja, o número mais do que dobrou. Um dos casos registrados no ano passado foi confirmado, os outros foram notificados no fim de ano e, assim como os registrados este ano, ainda aguardam resposta.

O Dourado News fez uma reportagem relatando as consequências da demora para realização de exames que poderiam confirmar ou descartar os casos notificados de Zika Vírus em Mato Grosso do Sul, [relembre aqui](http://www.douradosnews.com.br/noticias/ministerio-limita-exame-e-ms-tem-centenas-de-casos-de-zika-aguardando-confirmacao). O Estado recebeu recentemente kits para detectar Zika e Febre Chikungunya, o que pode agilizar a realização do diagnóstico, [relembre aqui](http://www.douradosnews.com.br/noticias/cidades/ms-recebe-um-dos-kits-para-detectar-casos-de-zika-e-pode-agilizar-exames).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista envolvido em acidente fatal relata bebida ao depor e é liberado 
DOURADOS
Motorista envolvido em acidente fatal relata bebida ao depor e é liberado 
Primeira lista de vacinados contra Covid-19 inclui jovem 18 anos e idoso centenário
DOURADOS
Primeira lista de vacinados contra Covid-19 inclui jovem 18 anos e idoso centenário
Ministério da Saúde registra 62.334 novos casos de covid-19
BRASIL
Ministério da Saúde registra 62.334 novos casos de covid-19
Prazo para inscrição no Vestibular UEMS 2021 termina hoje
ESTADO
Prazo para inscrição no Vestibular UEMS 2021 termina hoje
Segunda etapa do Enem acontece neste domingo
BRASIL
Segunda etapa do Enem acontece neste domingo
COVID-19
MS recebe hoje carregamento com vacinas de Oxford
PANDEMIA
PGR pede abertura de inquérito sobre conduta de ministro da Saúde
PANDEMIA
Dourados tem 91% de ocupação de leitos de UTI/SUS
DOURADOS
Inscrições para processo seletivo do Sebrae encerram terça-feira
PANDEMIA
Fiocruz aplica as primeiras doses da vacina de Oxford vinda da Índia

Mais Lidas

CENTRO
Primeiro acidente de trânsito com vítima fatal neste ano é registrado em Dourados
TRAGÉDIA
Segundo acidente de trânsito com vítima fatal é registrado em Dourados
TRAGÉDIA
Vídeo mostra momento exato de acidente com vítima fatal em Dourados
DOURADOS
Motociclista que morreu após colisão em cruzamento invadiu via preferencial