Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Sexta-feira será ponto facultativo nas repartições estaduais

12 junho 2006 - 07h56

O governador Zeca do PT decretou na edição do dia 5 de junho, do Diário Oficial do Estado, o dia 16 de junho (sexta-feira) como ponto facultativo. A decisão considera que o dia 16 de junho ficará incrustado entre o feriado nacional de Corpus Christi (quinta-feira 15) e o sábado. De acordo com o decreto, o ponto facultativo não acarretará nenhum prejuízo aos negócios do Estado. A medida não vale para serviços que, por sua natureza, não permitam paralisação, como hospitais, posto de saúde, bombeiros e polícia. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Maioria do STF impede convocação de governadores pela CPI da Pandemia
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Comissão debate impactos da reforma administrativa na educação
Utilizando bicicletas, jovens cercam homem para efetuar assalto
DOURADOS
Utilizando bicicletas, jovens cercam homem para efetuar assalto
Jardim é a próxima cidade a receber caminhão customizado da MS Pantanal
REGIÃO
Jardim é a próxima cidade a receber caminhão customizado da MS Pantanal
Mais de meia tonelada de maconha é apreendida após perseguição
BR-163
Mais de meia tonelada de maconha é apreendida após perseguição
EDUCAÇÃO
Mestrado em Ensino em Saúde lança edital de seleção para alunos regulares
PANDEMIA
Apesar de 'folga' e fim da fila, Dourados tem mais de 90% dos leitos de UTI Covid ocupados
POLÍTICA
Comissão debate projeto que trata da segurança no armazenamento de dados dos consumidores
MÚSICA
UFGD promove show com a banda Vokalika, nesta sexta
POLÍCIA
PMA sobrevoa rio para planejamento de proteção de cardumes devido ao baixo nível de água

Mais Lidas

DOURADOS
Marido de mulher executada em emboscada é encaminhado para prestar depoimento
EXECUÇÃO
Bilhete ajuda SIG a prender suspeita de atrair detetive e atirador é localizado no MT
CAMPO GRANDE
Homem é espancado e confundido com serial killer depois de ser abandonado em rodovia
DOURADOS
Relacionamento conturbado e bens patrimoniais teriam motivado execução de Zuleide