Menu
Busca domingo, 18 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Servidores fazem acordo para manter atendimento indígena

16 junho 2005 - 18h13

Em greve, os funcionários da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) firmaram acordo ontem com o MPF (Ministério Público Federal) de Dourados para manter o atendimento à saúde dos indígenas do município, que fica no Sul do Estado. A adesão à mobilização nacional de uma série de categorias do serviço público federal já atinge 98% dos funcionários do órgão em Mato Grosso do Sul, que estão em greve por tempo indeterminado. Nesta quinta-feira, o comando de greve realizou um protesto em frente ao prédio da Fundação, na Rua 13 de Maio, em Campo Grande, para lembrar que o funcionalismio é contra a proposta de reajuste salarial oferecida pelo governo federal. Uma das frases estampadas nas faixas era “0,1% é provocação, greve é solução”. Os grevistas apresentaram também um caixão, que segundo eles, representa a morte do governo Lula. Aproveitaram ainda para lembrar da denúncia do mensalão de R$ 30 mil pago a deputados federais para votarem a favor do governo. Um cartaz pedia rigor na investigação. Segundo Samoel Benites, membro do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde, Previdência e Seguridade Social, os funcionários de Dourados concordaram em manter o atendimento emergencial e os plantões no município, após reunião realizada ontem com o coordenador regional da Funasa, Lenildo Morais, e o procurador da República na cidade, Charles Pessoa. Benites afirmou que a categoria se sentiu traída pelo coordenador, que fez acordo anterior com os servidores, mas entrou na Justiça alegando a inconstitucionalidade da paralisação.O município de Dourados virou foco das atenções da Funasa depois que aldeias da região ganharam fama nacional por conta da alta mortalidade de crianças indígenas por desnutrição no início deste ano. Na cidade, a Fundação tem oito equipes, com 85 funcionários, que estão parados. Os funcionários fazem 170 atendimentos por dia e com a greve ficam suspensos todos os trabalhos de controle de vetores e as rondas em motos e automóveis. Ontem todos os veículos foram entregues para a Secretaria Municipal de Dourados. Em todo o Estado, a Funasa tem 1.300 servidores e a greve já atinge 60% da categoria.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro visita cidade de Goiás com Pazuello e causa aglomeração
COLAPSO
Bolsonaro visita cidade de Goiás com Pazuello e causa aglomeração
Jovem com problemas emocionais se despede de familiares e desaparece
CAMPO GRANDE
Jovem com problemas emocionais se despede de familiares e desaparece
PANDEMIA SEM CONTROLE
Brasil ultrapassa 371 mil mortos por Covid; 2.865 mortes em 24 horas
APLICATIVO
Celulares podem ajudar no combate a fraudes em bombas de combustíveis
COXIM
'Descontrolado', adolescente é apreendido por pilotar moto e dar tiros
MOEDA FORTE
Paraguaios aproveitam valorização do guarani para compras no Brasil
Jovem de 19 anos é preso e multado por pescar com petrechos ilegais 
DOSES LIMITADAS
Drive-thru nos Bombeiros neste domingo começa às 8 horas
TRÁFICO
Polícia apreende mais de uma tonelada de maconha em caminhonete furtada 
SAÚDE
Bolsonaro confirma que passará por nova cirurgia para corrigir hérnia

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto
RONDAS
Bicicleta roubada há 14 anos é recuperada em Dourados