segunda, 24 de junho de 2024
Dourados
27ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Servidores do Ibama voltam ao trabalho, estado de greve continua

26 outubro 2004 - 11h25

Os cerca de 6 mil funcionários do Instituto Brasileiro do Meio-Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) voltam ao trabalho nesta terça-feira, mas ainda permanecerão em estado de greve por 72 horas, prazo definido para que seja assinado o termo que atende às reivindicações do funcionalismo. “O comando de greve decidiu encaminhar para as assembléias estaduais o indicativo de suspensão da greve. Ficaremos ainda em estado de greve por três dias, tempo pedido pelo governo para que o termo seja assinado pela ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Guido Mantega, e a representação dos servidores”, declarou o presidente da Associação de Servidores do Ibama (Asibama), Jonas Corrêa. De acordo com Jonas Corrêa, “se os ministros não cumprirem com a assinatura desse documento no prazo, os funcionários vão retornar à greve”. Segundo ele, os servidores entendem que em função da importância do trabalho desenvolvido pelos trabalhadores do Ibama no país, o órgão resolveu aceitar a proposta do governo para que os servidores não permaneçam em greve. “Esperamos que o governo dessa vez cumpra com a palavra. Estamos retomando um acordo que foi assinado no ano passado”. Os investimentos que necessitavam de licenciamentos ambientais, inclusive aqueles que já estavam em processo de análise, foram prejudicados com a paralisação, que dura cerca de três semanas. Foram comprometidas também a exportação e a importação de produtos de origem florestal, bem como pneus, automóveis e produtos pesqueiros. Os grevistas querem receber a mesma gratificação paga aos servidores da Agência Nacional de Águas (ANA), além do enquadramento dos aposentados na carreira de Especialista em Meio Ambiente. No caso da gratificação, eles apresentaram a contraproposta que é de antecipar em dois meses o calendário indicado pelo órgão. O Conselho propôs o pagamento de 35% da gratificação em janeiro de 2006. Os grevistas querem receber 15% em novembro deste ano, 30% em junho de 2005 e os 35% restantes até novembro de 2005.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campeã brasileira regional de judô e amigos doam brinquedos para o HU
CAMPO GRANDE

Campeã brasileira regional de judô e amigos doam brinquedos para o HU

INSS confirma exposição de dados de até 40 milhões de segurados
BRASIL

INSS confirma exposição de dados de até 40 milhões de segurados

Veículo carregado com mais de 300 quilos de drogas é apreendido na BR-267
BATAGUASSU

Veículo carregado com mais de 300 quilos de drogas é apreendido na BR-267

Programa do Governo do Estado divulga resultado preliminar da fase B
MS SUPERA

Programa do Governo do Estado divulga resultado preliminar da fase B

BRASIL

Conselho de Ética adia sessão para ouvir testemunhas do processo contra Chiquinho Brazão

DEBATE

Governo de MS discute práticas inovadoras na gestão de pessoas do setor público

ESTUPRO DE VULNERÁVEL

Homem é preso por estupro após forçar sexo com menina de 13 anos

ESCOLARES

Atleta do Projeto Ginaslouquinhos é 1ª ginasta douradense classificada para os Jogos Brasileiros

BRASIL

Moraes autoriza visita de 17 senadores a ex-diretor da PRF preso

DOURADOS

Homem furta moto, foge de abordagem e acaba ferido após atacar policiais

Mais Lidas

DOIS IRMÃOS DO BURITI

Prefeitura de MS abre concurso com salários que ultrapassam R$ 14 mil

OPORTUNIDADE

Frigorífico abre 360 vagas de emprego em Dourados

CAMPO GRANDE

PMs sequestraram motorista de caminhão para roubar droga

DOURADOS

Final de semana permanece quente e seco, mas temperatura despenca nos próximos dias