Menu
Busca domingo, 28 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Senad faz balanço de apreensões de cocaína

22 abril 2004 - 11h34

A Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai, a Senad, confirmaram a través de balanço que somente nestes quatro meses foram apreendidos o total de 134 quilos e 557 gramas de cocaína. De acordo com o comando da Senad, a maioria das apreensões aconteceu neste mês, inclusive, com o recorde, aonde um casal foi flagrado com 55 quilos da droga, no domingo passado. A Senad informou também que a cocaína apreendida veio do país vizinho, a Bolívia, e que teria como destino, os consumidores de Assunção, e no Brasil, as cidades de São Paulo e o Rio de Janeiro. Quanto a maior apreensão da droga, os agentes da Senad localizaram os 57 pequenos tabletes dela camuflados numa camioneta Mitsubishi/Montero, que havia regressado da cidade boliviana de Santa Cruz de la Sierra. Na apreensão da maior carga de cocaína do ano no território paraguaio, foram presos o condutor da camioneta Alberto Villar Amaral, de 46 anos e sua sobrinha, Carolina Beatriz Amaral Silva, de 19, ambos de nacionalidade paraguaia. Numa outra apreensão que totalizou 31 quilos e 870 gramas de cocaína procedente também de Santa Cruz de la Sierra, a droga foi encontrada entre meios a tubos de um micro ônibus. Na oportunidade foram presos o motorista do micro ônibus, Hernán Ruiz Herrera Peña, 33, Sandro Roberto Huisa Espínola, 34, e Ademar Ayala García, de 20 anos, todos bolivianos. Durante as operações dos agentes da Senad, uma mulher que havia sido contratada por um traficante foi capturada, após ser flagrada com dois quilos de cocaína. Identificada como sendo Catalina Cáceres Parini, de 22 anos, a mulher foi abordada com a droga quando viajava num ônibus da empresa Rápido Caaguazú, que fazia o itinerário Pedro Juan Caballero a Assunção. Ela foi presa em Coronel Oviedo. Além da droga, os agentes encontraram com a “mula”, denominação dados as pessoas que trabalham para os traficantes, um documento com o nome e o número do telefone. O documento que estava em nome de Ana Cláudia Arce, brasileira, foi encontrado introduzido dentro da vagina da mulher. A Senad informou que Ana Cláudia seria o contato da traficante no território brasileiro. A Senad neste ano também prendeu outras três bolivianas envolvidas em trafico de cocaína no território paraguaio. Foram presas com seis quilos de cocaína, Yola Mamani Flores, 20 anos, Maria Cordero Kalizaya, também de 20 anos e sua irmã Betzabé Cordero Kalizaya, de 21 anos. As três transportavam a cocaína presa entre as pernas. A maioria das apreensões, a Senad paraguaia contou com o apoio da força tarefa boliviana nas informações da chegada da droga no país. (Waldemar Gonçalves

Deixe seu Comentário

Leia Também

Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã
ACIDENTE
Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã
ESPORTE
Vôlei de praia: Guto e Arthur Mariano vencem etapa do Brasileiro
Senado vota na terça MP que facilita compra de vacinas contra coronavírus
PANDEMIA
Senado vota na terça MP que facilita compra de vacinas contra coronavírus
ESPORTE
Jogo entre Joinville e Marcílio Dias é adiado após surto de Covid-19
Operação Piracema é encerrada com aplicação de R$ 79 mil em multas
FISCALIZAÇÃO
Operação Piracema é encerrada com aplicação de R$ 79 mil em multas
EUA
Facebook vai pagar US$ 650 milhões para encerrar ação por violar privacidade
REGIÃO
Embriagado, homem é preso após bater em carro estacionado
EDUCAÇÃO
Prouni abre inscrições para lista de espera nesta segunda-feira
PANDEMIA
Repórter fotográfico de MS morre vítima do coronavírus
PANDEMIA
Dourados figura com 82% de ocupação dos leitos de UTI/SUS para Covid-19

Mais Lidas

DOURADOS 
Mulher é esfaqueada na região central e encaminhada ao HV em estado grave
DOURADOS 
Mulher que esfaqueou rival é autuada em flagrante por tentativa de homicídio
DOURADOS 
Mulher é presa após furtar residência no Altos do Indaiá
ITAQUIRAÍ
Acusado de matar homem com tiro na nuca diz que vítima ameaçava ex