Menu
Busca quarta, 16 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Semana do Meio Ambiente teve seis mil inscritos

08 junho 2006 - 16h46

A Prefeitura de Dourados encerra hoje a VII Semana do Meio Ambiente e a X Eco-Dourados com a certeza de  que cumpriu  o propósito de envolver os estudantes no debate sobre consciência ambiental como fator de qualidade de vida, já que o evento contou com a participação de 2,6 mil alunos nas visitas técnicas, 2,4 mil nas peças de teatro, 600 nas palestras, 400 nos minicursos e 30 pessoas na oficina, o que totaliza 6.030 inscritos.
A abordagem do tema através de metodologias variadas como o teatro e os estudos de campo nas visitas técnicas, chamaram a atenção dos participantes e trouxeram a temática para a prática cotidiana.
A oficina de reciclagem e reaproveitamento do lixo, por exemplo, destacou que para fazer papel reciclado não são necessários muitos aparatos técnicos. “Na verdade, a única coisa que as pessoas não têm em casa são as telinhas para dar formato ao papel, já que do restante do material, o mais diferente é o liquidificador. Além disso, é importante frisar que materiais usados no dia-a-dia podem ajudar na reciclagem”, disse a professora Carmem Donato Carvalheiro que ministrava a oficina juntamente com o professor Odilar Antônio Cescon, ambos da Escola Municipal Neil Fioravanti (Caic).
Entre as dicas sugeridas estava a mistura de um pedaço pequeno de quiabo ou de babosa ou até o acréscimo do filtro de papel para coar café, como ingredientes para “ajudar a dar liga no papel”. A arte como instrumento de conscientização ambiental também conquistou muitas crianças. Foram apresentadas duas peças “Aquatrix- o futuro da água por um triz” do grupo Teatral Lázaro Câmara e “Piraputanga no caminho das águas” do grupo teatral de risco com direção de Lú Bigattão.
A aluna da 5ª série da escola estadual Alicio Araújo, Tauane Oliveira de Souza, assistiu com suas colegas a peça “Piraputanga no caminho das águas” que conta através de musical a história de um peixe que sai do Pantanal para conhecer o mar e no trajeto se depara com a degradação dos rios e do meio ambiente. “As indústrias poluem os rios, jogam óleo na água, e ainda tem os pescadores que não respeitam a época da piracema. O que eu aprendi aqui será usado na prova de Ciências que a professora vai dar”, contou Tauane.
A semana foi realizada de 5 a 8 de junho pela Prefeitura Municipal através do Instituto de Meio Ambiente, em parceria com Uniderp, Uems, UFMS, Embrapa Agropecuária Oeste, Sanesul, Instituto de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Imad), Centro de Controle de Zoonoses, Câmara Municipal de Dourados, Crea-MS e OAB.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO DE MS
Cinemas de MS deverão oferecer sessões mensais adaptadas
Celulares apreendidos em presídios já foram doados a mais de 2 mil alunos de MS
EDUCAÇÃO
Celulares apreendidos em presídios já foram doados a mais de 2 mil alunos de MS
Caminhão de motorista vítima do "falso frete" passa por perícia
DOURADOS
Caminhão de motorista vítima do "falso frete" passa por perícia
CAMPO GRANDE
Homem agride esposa e ateia fogo nas roupas no dia do aniversário dela
Projeto de Marçal Filho quer omitir dados de clientes em cobranças
LEGISLATIVO
Projeto de Marçal Filho quer omitir dados de clientes em cobranças
AEDES AEGYPTI
Mulher que morreu em março é confirmada 11ª vítima da dengue no ano em MS
PONTA PORÃ
Baleado em confronto com a polícia, traficante mentiu nome por ter mandado em aberto
PANDEMIA
MS registra mais 67 óbitos e quase 2 mil novos casos de coronavírus
ARQUITETURA E DESIGN
Design e aconchego: luminárias de madeira são opções perfeitas para o inverno
BRASIL
Ministério da Saúde recebe 1 milhão de doses de vacina contra covid-19

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente morre atropelado na BR-163 e condutor foge do local
DOURADOS
Homem tem carro furtado depois de ir com quatro pessoas para motel na BR-463
DOURADOS
Adolescentes e jovem são levados para DP para esclarecer furto de carro em motel
DOURADOS
Após filas e aglomerações, secretário faz duras críticas à população