Menu
Busca terça, 02 de março de 2021
(67) 99257-3397

Sem-teto invadem conjuntos habitacionais em Campo Grande

24 abril 2004 - 12h41

Sem-teto estão invadindo casas que fazem parte de conjuntos habitacionais construídos pela Agência Estadual de Habitação (Agehab). em Campo Grande. Até os locais onde as obras ainda não terminaram estão sendo ocupados pelas famílias de sem-teto.As casas construídas pelo governo na saída pra Aquidauana foram entregues numa quarta-feira. No domingo, mais da metade estava invadida. A autônoma, Regina Célia Barbosa, disse que passou três dias limpando a casa e que no último dia outras pessoas estavam lá. O funcionário público, Edson Lopes, disse que “pagou” para que os invasores saíssem. Segundo ele, a família cobrou R$ 100 e deu mais R$ 30 para o frete da mudança.No contrato, o governo proíbe que os proprietários vendam, aluguem ou cedam as casas durante seis meses. O presidente da Agehab, Amarildo Cruz, disse que a pessoa deve registrar um boletim de ocorrência e que a defensoria entra na história. Nem sempre a casa precisa estar pronta pra ser ocupada por uma família de sem teto. Em um conjunto habitacional, em Campo Grande, as obras não terminaram e os beneficiados nem foram escolhidos pelo governo, mas quase todas as casas estão ocupadas.Quando a dona de casa, Neide Freitas, entrou na casa, não havia nem paredes. Os tijolos estavam no terreno. Dona Neide e o marido levantaram as paredes e cobriram parte da casa com lonas e restos de telhas. A casa sem portas nem vidros na janela tem até energia elétrica. A ligação é clandestina. A família que ganha um salário mínimo por mês quer ser benefiada pelo governo. Emocionada, dona Neide diz que está disposta a pagar pra ficar na casa.Mas, a Agência Estadual de Habitação já informou: as famílias que ocuparam as casas inacabadas não terão prioridade. A seleção será feita dentro dos critérios exigidos pelo programa habitacional.A Agência Estadual de Habitação leva em consideração além da renda, o número de filhos, se há deficientes e idosos na família e se a pessoa já foi beneficiada por algum programa habitacional no país, pra fazer a seleção. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPO
Terça-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
Acusado de matar homem com tiro na cabeça diz que sofria ameaças
JUDICIÁRIO
Supremo garante porte de arma para as guardas municipais
COSTA RICA
Homem assedia adolescente de 16 anos, apalpa seio dela e acaba preso
TCE/MS
Ex-prefeito é inocentado por nomeação, mas multado por atraso de documento
Casal pede ajuda para adquirir medicamento para tratamento do filho
DETRAN
Proprietários de veículos agora devem atualizar endereços pela internet
Brasileira cria polêmica ao proibir empregados paraguaios de falar guarani
ITINERANTE
Carreta da Justiça leva serviços à população da comarca de Jaraguari
POLÍTICA
Prefeitura diz que errou e não confirma vereador Marcelo Mourão como vice-lider

Mais Lidas

ACIDENTE
Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã
PRÓXIMO AO TRANSBORDO
Nova 'cracolândia': comerciantes relatam medo e ameaças no centro de Dourados
DOURADOS
Jovem colide moto e embriagado tenta fugir do hospital, mas é detido
DOURADOS 
Preso após agredir esposa, homem é investigado por engravidar a própria filha adolescente