Menu
Busca terça, 11 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Seleção masculina de vôlei joga pelo maior feito da história

28 agosto 2004 - 14h20

Quando entrar em quadra neste domingo, às 8h30 (horário de Brasília), para enfrentar a Itália na final do vôlei masculino dos Jogos de Atenas, a seleção brasileira jogará não só para converter em ouro o favoritismo criado pela hegemonia do time no cenário internacional, mas também para estabelecer um novo recorde de conquistas olímpicas do Brasil em uma única edição das Olimpíadas.Caso suba ao lugar mais alto do pódio com o vôlei no último dia de competições na Grécia, o time comandado pelo técnico Bernardinho vai dar ao Brasil seu quarto ouro nos Jogos, superando a marca de três medalhas douradas de Atlanta-96. Até agora, os iatistas Robert Scheidt (laser) e Torben Grael e Marcelo Teixeira (star), além de Ricardo e Emanuel, no vôlei de praia, foram os campeões do país na capital grega. Outros favoritos, como a ginasta Daiane dos Santos e a seleção feminina de vôlei, fracassaram. A seleção masculina de vôlei, no entanto, chega para a decisão credenciada por conquistas expressivas. O time é atual campeão do Mundial, da Copa do Mundo e das duas últimas edições da Liga Mundial.Desde que o técnico Bernardinho assumiu o comando, em 2001, o Brasil chegou à final em 14 dos 15 torneios disputados, incluíndo os Jogos de Atenas, e foi campeão em 11. "Estou muito feliz com mais uma final olímpica. E pelo que a gente fez até agora, acho que é merecido o lugar que a gente chegou", disse Maurício que disputa sua quinta Olimpíada seguida e é um dos dois remanescentes da equipe que deu ao vôlei masculino seu primeiro ouro olímpico, em Barcelona-92 (o outro é o atacante Giovane).Apesar de estar na reserva de Ricardinho, Maurício e Giovane terão muito o que comemorar caso ganhem o ouro: se igualarão ao triplista Adhemar Ferreira da Silva, aos iatistas Robert Scheidt, Torben Grael e Marcelo Ferreira no seleto grupo de bicampeões olímpicos brasileiros. Na decisão deste domingo, Brasil e Itália estarão estarão frente a frente pela terceira vez em 40 dias. No último confronto, na primeira fase de Atenas, os brasileiros venceram por 3 a 2, em um jogo emocionante, com quase duas horas de duração.Antes, no dia 18 de julho, as duas equipes decidiram o título da Liga Mundial, em Roma. Com uma vitória por 3 a 1, a seleção brasileira confirmou sua hegemonia --foi o quarto título do país na competição- e credenciou-se como principal favorita na Olimpíada."A Itália é a equipe mais parecida com a nossa. Eles têm um ataque veloz, um bom bloqueio e uma defesa bem organizada. Será um jogo difícil e que exigirá muita paciência", analisou o meio-de-rede Gustavo.Famoso por sua obstinação, o técnico Bernardinho diz que já não dorme há três dias por causa das finais. "Nenhuma hora de sono durante essas três noites. Zero, zero, zero. Fico estudando o adversário, penso muito e procuro ler. Estou lendo dois livros. Até a decisão da medalha de ouro isso deverá se repetir", afirmou o técnico.O Brasil chegou a decisão depois de passar nas semifinais pelos EUA --único oponente que o derrotou na fase de classificação-- por 3 sets a 0. A Itália também conseguiu a vaga para decisão depois de vitória fácil sobre a Rússia, por 3 a 0. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARANAÍBA
Jovem mata ex-namorado da mãe a facadas após presenciar agressão
SENADO
CPI vai questionar negociações do Itamaraty para garantir cloroquina
ANHANDUÍ
Pedestre morre após ser atropelado por caminhão baú na BR-163
IMUNIZANTES
Saúde receberá 8,2 milhões de doses de vacina até sexta-feira
Homem que abusou da mulher é denunciado por estuprar a filha
FUTEBOL
Costa Rica vence Aquidaunense e retoma a liderança do Estadual
CRIME AMBIENTAL
Animais são abandonados, morrem e mulher é multada em R$ 4 mil
JUSTIÇA
Juiz determina que Carla Zambelli tire vídeo da canção 'Milla' do ar
CAPITAL
Homem morre após cair de três metros ao conferir estoque de loja
TJ/MS
Concurso Extrajudicial terá audiência pública no dia 27 de maio

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
INDÁPOLIS
Homem assassinado em distrito sofreu vários golpes de facão e teve mão decepada
DOURADOS
Juiz manda Câmara exonerar nomeados e realizar novo concurso público