domingo, 16 de janeiro de 2022
Dourados
36°max
22°min
Campo Grande
34°max
23°min
Três Lagoas
36°max
25°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Seis feridos em protesto na greve dos Correios em SP

11 setembro 2003 - 13h10

 Funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) deram início a uma greve nacional hoje, decidida ontem em assembléias realizadas nos 33 sindicatos em todo o País. Em São Paulo, a paralisação nacional começou com tumulto na área de cargas no aeroporto de Guarulhos. Seis pessoas ficaram feridas quando carro dos Correios tentou furar bloqueio. Entre as reivindicações, a categoria exige a recuperação das perdas salariais de 1994 até 2002 e aumento do piso salarial para R$ 1,5 mil (hoje o piso é de R$ 395). Em São Paulo, segundo balanço dos Correios, 21% dos 17,5 funcionários estão parados. Contudo, a despeito da paralisação, as agências paulistas estão abertas, funcionando em esquema especial. Como a maior parte dos funcionários em greve atuam no setor de tratamento e distribuição, pessoas de outros setores estão sendo deslocadas para o setor de entregas, priorizando as mais urgentes, como Sedex.O funcionário dos Correios de Porto Alegre fazem concentração na Avenida Sertório, junto a sede do órgão. A entrega de correspondência e sedex serão interrompidas. Agências terceirizadas abrem normalmente. No Rio, como forma de minimizar os efeitos da paralisação, a empresa colocou em prática um plano de contingência para efetuar as entregas utilizando os funcionários que não aderiram à greve.Em Santa Catarina, Segundo o sindicato da categoria, a adesão do movimento prevista é de 70%. A partir de hoje, não haverá entrega de correspondências em todo o estado. Os carteiros afirmaram que só retornarão ao trabalho após o atendimento da reivindicação de reajuste salarial de 69%. As perdas da categoria estão acumuladas desde 1994. No Paraná, onde os Correios empregam 5,5 mil funcionários, a categoria reivindica 69,28% de aumento salarial, mas a empresa está oferecendo 4%. Os funcionários também pedem reposição da inflação dos últimos 12 meses, que é de 18% de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O secretário geral do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Paraná, José Figueiredo, disse que hoje serão realizadas assembléias em todo o interior do Estado para definir a adesão ao movimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Morre no Rio, aos 64 anos, a atriz Françoise Forton
LUTO

Morre no Rio, aos 64 anos, a atriz Françoise Forton

INTERNACIONAL

No Vaticano, papa Francisco diz rezar por vítimas das chuvas no Brasil

PANDEMIA

Presidente: autoteste pode conter transmissão de vírus mais rápido

Veículos colidem frontalmente na MS-450 e vítimas são encaminhadas para hospital
ACIDENTE

Veículos colidem frontalmente na MS-450 e vítimas são encaminhadas para hospital

ESPORTE

Rayssa Leal fatura STU de Criciúma, 1ª etapa do circuito brasileiro

REGIÃO

Menor sofre acidente colidir bicicleta contra veículos em via pública

SAÚDE

Síndrome de Burnout é reconhecida como fenômeno ocupacional pela OMS

EDUCAÇÃO

Prefeitura abre processo seletivo para estagiários de Ensino Médio e Superior

INTERNACIONAL

EUA: ocupação de sinagoga termina com sequestrador morto

DOURADOS

Apartamento é invadido e placa de vídeo de computador furtada

Mais Lidas

REGIÃO

Carro pega fogo e motorista morre em colisão entre Dourados e Fátima do Sul

DOURADOS

Confusão próxima à região conhecida como 'cracolândia' deixa homem ferido

TRAGÉDIA

Motorista carbonizado em acidente na BR-376 morava em Dourados

DOURADOS

Homem é preso por agredir, trancar em cômodo e ameaçar matar mulher e filha com facão