Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021
(67) 99257-3397

Segurança alimentar será debatida dia 26 na Assembléia

25 abril 2004 - 09h40

Mato Grosso do Sul apresenta sérios problemas de logística e distribuição de alimentos para a população e, conforme especialistas, a necessidade de uma avaliação das atuais condições do setor é urgente. Em Campo Grande, por exemplo, cerca de 70% dos produtos de hortifrutigranjeiros vêm de outros Estados, enquanto os mais de 350 pequenos e mini-produtores rurais estabelecidos ao redor da Capital sofrem com a falta de mercado e de competitividade com os produtos de fora. No restante do Estado não é diferente: aproximadamente 5,8 mil pequenos produtores vivem a mesma situação, sentindo a falta de políticas de incentivo e as enormes dificuldades em obter crédito.Baseado neste cenário, o deputado estadual Semy Ferraz e o deputado federal João Grandão (ambos do PT) vão coordenar, às 14h do dia 26 de abril, a audiência pública “Abastecimento e Segurança Alimentar em MS”, no plenário Julio Maia da Assembléia Legislativa. Um dos debatedores será o diretor de Logística e Gestão Empresarial da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), Silvio Isopo Porto, que implantou programas de segurança alimentar em Belo Horizonte e Porto Alegre, em gestões petistas. Outro convidado é o engenheiro agrônomo Ronaldo Botelho, que vai apresentar a experiência do programa de segurança alimentar implantado em Naviraí.Para Semy, a agricultura familiar apresenta-se como forma de enfrentar e sanar os inúmeros problemas ainda existentes no setor. “A comunidade técnica envolvida com a questão tem propostas e projetos específicos para enfrentar esses desafios. Assim, a audiência pública será uma oportunidade para discutirmos propostas, avaliar o atual estágio da atividade no Estado, as diversas visões de técnicos, organizações sociais e da comunidade diretamente relacionada”, explica. Segundo o engenheiro agrônomo Edimilson Volpe, assessor do parlamentar, o evento vai discutir a questão com foco no desenvolvimento dos municípios, com base na agricultura familiar, que é numerosa ao redor das cidades.“Existe um sério desequilíbrio entre produção e consumo, pois os pequenos produtores do Estado não têm acesso ao mercado local, geralmente por falta de competitividade, e os consumidores recebem a sobra dos produtos de outros Estados, a preços inferiores”, explica Edimilson. Ele destaca que é preciso discutir a segurança alimentar como um processo de integração entre os agricultores familiares e as comunidades, tendo em vista o desenvolvimento de toda a sociedade. “Essa relação pode favorecer produtores e consumidores, pois resultaria em produtos de melhor qualidade a preços mais competitivos, e os recursos continuariam na comunidade”, completa.O engenheiro agrônomo Carlos Augusto Marteli, diretor da Coopgrande (Cooperativa Agrícola de Campo Grande) reclama que, além da falta de políticas para o setor e difícil acesso ao crédito, os supermercados da capital representam grande dificuldade para os pequenos produtores. “Com as promoções nos chamados dias verdes, eles vendem produtos de fora do Estado a preços abaixo do valor de mercado, inviabilizando a produção local”, afirma. Segundo ele, os supermercados alegam que os produtores locais não suprem a demanda o ano todo. “Acontece que os produtores não têm como produzir sem um mercado garantido”, completa.   Gesiel Rocha - Assessoria parlamentar 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem que estava desaparecido é encontrado morto com tiro na cabeça
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
DIÁRIO OFICIAL
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
Ocupação de leitos de UTI segue próxima dos 100% em Dourados
COVID-19
Ocupação de leitos de UTI segue próxima dos 100% em Dourados
Primeira Ludoteca de Dourados é inaugurada para atender crianças vítimas de violência
DOURADOS 
Primeira Ludoteca de Dourados é inaugurada para atender crianças vítimas de violência
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda de 0,10%, com aprovação da PEC Emergencial no Senado
PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
MAIS UM CAMPEONATO
CBFS confirma Juventude e Dourados terá dois times na Copa Brasil de Futsal
MUDANÇA
Delegado Alberto Rossi assume Corregedoria de Trânsito do Detran-MS
PORTO MURTINHO
Pecuarista é autuado em R$ 2 mil por incêndio
FAMÍLIAS FORTES
Programa federal vai atender 450 famílias carentes em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados
TRAGÉDIA
Douradense que morreu em acidente no interior de SP tinha 58 anos