Menu
Busca domingo, 09 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Segurado do INSS deve ficar atento aos prazos dos requerimentos

21 setembro 2004 - 16h25

Quando o segurado ou seu dependente solicita algum benefício da Previdência Social, deve observar as condições exigidas. Para ter direito aos benefícios, o trabalhador precisa estar em dia com suas contribuições mensais. Caso contrário, pode perder a qualidade de segurado. Há situações em que os segurados ficam um período sem contribuir e, mesmo assim, mantêm direito aos benefícios previdenciários. Além das contribuições é preciso estar atento aos prazos de requerimento de benefício, recursos e revisões.Para as aposentadorias por idade, por tempo de contribuição e especial, quando não houver rompimento do vínculo de emprego ou for solicitada após 90 dias do desligamento, o benefício é devido a partir da data de entrada do requerimento. Já para a aposentadoria por invalidez, se o trabalhador estiver recebendo auxílio-doença, será paga a partir do dia imediatamente posterior ao fim do auxílio-doença. O auxílio-doença deve ser requerido a partir do 16º dia de afastamento do trabalho para o empregado com carteira assinada. Para contribuintes individuais e empregados domésticos, o requerimento deve ser imediato. O auxílio-acidente é a partir do dia seguinte à suspensão do auxílio-doença. Para que o auxílio-reclusão seja pago a partir da data do recolhimento do segurado à prisão, ele deve ser requerido em até trinta dias. O mesmo acontece para o requerimento da pensão por morte. Os dependentes têm até 30 depois do óbito para fazer o requerimento, para que o benefício seja pago a partir da data da morte do segurado. Se este prazo for ultrapassado, os dependentes só receberão a partir da data do requerimento. Se a morte for presumida, o benefício será pago a partir da data da decisão judicial. O salário-maternidade pode ser requerido em até 5 anos, a partir da data do nascimento da criança.Para o benefício indeferido, o segurado, ou o dependente, tem 30 dias para entrar com recurso, a contar da ciência da decisão. O interessado deve, no recurso, apresentar elementos novos que possam modificar o mérito da análise.É de dez anos o prazo para a revisão da concessão de benefício, a contar do dia 1º do mês seguinte ao do recebimento do primeiro pagamento. O segurado poderá recorrer, em última instância, às Câmaras de Julgamento de Recursos as Previdência Social, caso o processo seja negado pela Junta de Recursos. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
GERAL
Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
PANDEMIA
Como fazer suas compras de mantimentos de forma segura
PANDEMIA
Covid-19: o que fazer com as compras quando chegar em casa
CPI
CPI mira vacinas em audiências com Anvisa e Pfizer
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
DIREITOS HUMANOS
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
POLÍTICA
Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
SAÚDE
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
GERAL
Explosão de gás destrói restaurante em Belém
ASTRAZENECA
Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
POLÍTICA
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido