Menu
Busca domingo, 09 de maio de 2021
(67) 99257-3397

São Caetano vence o Vasco de virada em São Januário

12 setembro 2004 - 17h12

O São Caetano não tomou conhecimento do Vasco e venceu o adversário, de virada, por 2 a 1,  ontem à tarde, em São Januário, pela trigésima rodada do Campeonato Brasileiro. Desta maneira, o Azulão chegou aos 49 pontos e segue entre os primeiros, enquanto os vascaínos ficam com 35, e cada vez mais ameaçados pelo rebaixamento. No próximo sábado, o time paulista recebe o Grêmio, enquanto os vascaínos jogam no dia seguinte contra o Botafogo. O Vasco começou o jogo dando trabalho para o goleiro Sílvio Luiz. Com menos de dois minutos, ele teve que se esticar para cortar um cruzamento de Anderson, que chegava em Valdir. Logo após, o Bigode arriscou de longe e Sílvio fez boa defesa. O goleiro do Azulão só não conseguiu parar o ataque vascaíno aos nove. Ygor chutou de fora da área e a bola sobrou para Anderson dominar e chutar no canto esquerdo. Mesmo após o gol, a dupla de ataque do Vasco continuou incomodando o sistema defensivo do São Caetano. Valdir foi lançado em velocidade, aos 12, mas trombou em Mineiro e acabou perdendo boa chance. Poucos minutos depois, Thiago Maciel cruzou para Anderson, que cabeceou rente à trave de Sílvio Luiz. Perdido em campo até então, o time paulista só levou perigo pela primeira vez aos 25 minutos, com um chute de Triguinho, que saiu à direita de Tadic. O lance animou o Azulão, que assustou novamente em cobrança de falta de Anderson Lima. Aos 31, o lateral voltou a aparecer e cruzou para Euller empatar de cabeça. A virada quase veio na sequência, quando Tadic precisou mostrar reflexo para defender um chute de Euller, e que foi desviado no caminho. No fim do primeiro tempo, o Azulão teve outra grande oportunidade, quando Euller recebeu cruzamento e acertou a trave do goleiro vascaíno. O Vasco voltou do intervalo dando a impressão de que desejava apagar a má impressão deixada no fim do primeiro tempo. Com um minuto. Petkovic fez boa jogada pela direita e cruzou para Ygor, que cabeceou fraco e facilitou a defesa de Sílvio Luiz. Com o passar do tempo, porém, a equipe carioca voltou a mostrar os mesmos erros de jogos anteriores, para desespero da torcida vascaína. Um dos poucos lúcidos em campo, Petkovic achou Valdir livre aos 17, mas o atacante chutou torto e perdeu a oportunidade. Já o São Caetano, assim como já havia acontecido na etapa inicial, foi se acertando aos poucos e chegou à virada aos 22. Paulo Miranda dominou de fora da área e acertou um bonito chute no ângulo de Tadic, que nem se mexeu no lance. Mesmo não jogando bem, o Vasco quase empatou aos 31, quando Anderson recebeu passe de Ygor e bateu forte no travessão de Sílvio Luiz. Geninho tentou mudar o panorama com algumas substituições, mas não teve sucesso e saiu hostilizado pela torcida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
GERAL
Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
PANDEMIA
Como fazer suas compras de mantimentos de forma segura
PANDEMIA
Covid-19: o que fazer com as compras quando chegar em casa
CPI
CPI mira vacinas em audiências com Anvisa e Pfizer
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
DIREITOS HUMANOS
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
POLÍTICA
Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
SAÚDE
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
GERAL
Explosão de gás destrói restaurante em Belém
ASTRAZENECA
Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
POLÍTICA
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescentes flagrados em festa 'entregam' distribuidora que vendeu bebidas alcoólicas
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido
ACIDENTE
PRF diz que policial saiu andando de viatura após colisão com carreta
BR-163
Viatura da PRF estava com apenas um ocupante quando colidiu contra carreta