Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Santos e Flamengo ficam no empate na Vila Belmiro: 0 a 0

15 setembro 2004 - 22h45

O mistão do Santos e a força máxima do Flamengo começaram hoje à noite segunda fase nacional da Copa Sul-americana com um espetáculo digno do placar da partida: um empate sem gols e de escassa técnica. Os pouco mais de três mil torcedores que foram à Vila Belmiro viram um jogo sofrível com uma sucessão cansativa de erros de passes, lançamentos e furadas históricas, mesmo com o jogador na área de frente para o gol. Nem Felipe e Robinho, tidos como dois dos melhores atletas em atividade no país, evitaram a apatia da partida de ida da segunda fase nacional da Copa Sul-americana. Se o Santos comprovou o que se esperava de um mistão sem entrosamento, o Flamengo provou que realmente merece estar entre os últimos do Brasileiro. O time carioca sentiu a ausência de Dimba, que está longe de ser um jogador excepcional, e mostrou uma dupla de atacante que está há dois meses sem marcar.Jean não anota desde 4 de julho, enquanto Felipe não faz um gol desde 15 de fevereiro. Os dois jogadores tiveram as melhores oportunidades do primeiro tempo, mas pararam nas mãos de Mauro. Na etapa final, o jogo conseguiu piorar e as duas equipes proporcionaram um digno espetáculo de várzea nos primeiros minutos. A situação só mudou aos 27 minutos, quando o técnico Wanderley Luxemburgo colocou Ricardinho e Elano na equipe. Eles mudaram a partida, tornaram o Santos mais consciente e o Peixe perdeu três boas oportunidades. Mas, com Robinho em noite apagada, o empate sem gols não teve mesmo como ser evitado. Agora, as duas equipes fazem a partida de volta na próxima quarta-feira, às 21h50, em Volta Redonda. O vencedor do jogo garante a vaga na última fase da etapa nacional, em que enfrenta São Caetano ou São Paulo. Antes disso, os dois clubes jogam diante de seus torcedores pelo Campeonato Brasileiro. O Peixe encara o desesperado Atlético-MG, neste sábado, e o Flamengo duela com o Goiás, no domingo, em Volta Redonda. O jogo A partida despertou pouco interesse do público, que teve motivas de sobra para se chatear com o primeiro tempo. O mistão do Santos cansou de errar passes, ter finalizações bisonhas e fazer cruzamentos para o goleiro ou a arquibancada. O Flamengo, mesmo com praticamente o time titular, pouco criou também e sentiu a falta de Dimba, artilheiro do time no Brasileiro. Sem um finalizador, o rubro-negro tocava, tocava e tocava a bola, mas não tentava o gol. O único foco de inteligência dos cariocas era mesmo o meia Felipe, que criou justamente a primeira oportunidade aos dez minutos, quando dominou na intermediária e colocou Jean na cara de Mauro, mas o atacante mandou para fora. Em uma das poucas jogadas certas, o Peixe quase marcou. Aos 17, Preto Casagrande veio pela intermediária, teve liberdade e acertou a trave de Júlio César. Em seguida, foi a vez de Felipe revidar em chute da entrada da área, defendido por Mauro. O time da casa só voltou a ameaçar aos 33, quando Marcinho tocou para Basílio, que ganhou na velocidade de Júlio César Moraes e acertou a rede pelo lado de fora. Seis minutos depois, o Flamengo desperdiçou grande chance em cabeçada de Júnior Baiano, que Mauro defendeu de forma sensacional. O lance animou os cariocas, que ainda perderam mais duas oportunidades. Aos 43, Mauro errou em cruzamento de Felipe e Íbson, livre, fez o mais difícil e isolou a bola, apesar do gol vazio. Dois minutos depois, foi a vez de Felipe receber na entrada da área e Mauro se recuperar com grande defesa. Na etapa final, a sucessão de erros e jogadas bisonhas prosseguiu. O retrato da partida foi o lance aos 15 minutos, a primeira chance do segundo tempo, quando Júnior avançou pela direita, cruzou e viu Felipe e Júnior Baiano furarem na frente do goleiro Mauro. Quando a torcida cobrava a entrada dos “titulares”, Luxemburgo finalmente atendeu aos 27 minutos e pôs Elano, Ricardinho e William nas vagas de Lello, Marcinho e Luís Augusto, respectivamente.A entrada do trio melhorou o Santos, mas foi o Flamengo quem ameaçou aos 28, em chute de fora da área de Felipe, que passou perto da trave. Quatro minutos depois, William foi lançado por Ricardinho e assustou Júlio César. Aos 37, Ricardinho voltou a criar boa jogada e Basílio finalizou próximo à trave. Cinco minutos depois, Elano tocou para Robinho, que apenas rolou para Ricardinho acertar o canto e exigir grande defesa de Júlio César. A última chance do Peixe veio em nova jogada de Ricardinho, que lançou William e o atacante foi derrubado a um passo da área. Na cobrança da falta, Elano acertou a barreira e tratou de enterrar a última esperança santista de vencer o jogo em casa, para garantir a vantagem de jogar pelo empate na próxima quarta-feira na casa do adversário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Parceria garante computadores a escolas indígenas
DOURADOS
Parceria garante computadores a escolas indígenas
Jovem invade apartamento e furta celular e tablet
DOURADOS
Jovem invade apartamento e furta celular e tablet
Novo decreto de emergência é publicado e modifica texto do ano passado
DOURADOS
Novo decreto de emergência é publicado e modifica texto do ano passado
Secretário acompanha obras e fala de investimento em infraestrutura para Dourados
MELHORIAS
Secretário acompanha obras e fala de investimento em infraestrutura para Dourados
BRASIL
Governo espera que IFA para o Butantan chegue até o fim de maio
EDUCAÇÃO
Startup da Inova Unigran é vice-campeã do Techstars Startup Weekend Sustentabilidade
HABITAÇÃO
Escrituras do programa de regularização fundiária são entregues em Dourados
PANDEMIA
Equipamentos são entregues para desafogar fila de espera por UTI Covid em Dourados
DOURADINA
Homem é multado em R$ 15 mil por incêndio e desmatamento de área de Mata Atlântica
LEGISLATIVO
Emenda de Barbosinha aperfeiçoa funcionalidade do Cartório Virtual em MS

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS