Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Sanidade Animal é discutida em Encontro Regional

11 setembro 2004 - 12h32

A erradicação de doenças como a febre aftosa colocou o Brasil como competidor de ponta no mercado de exportação da carne. O foco de rinotraqueíte na fronteira do Brasil com o Paraguai, que tem sintomas semelhantes ao da aftosa, pôs em alerta as autoridades sanitárias dos dois países. A sanidade animal é um tema constante nos debates do setor pecuário, até mais do que se gostaria. O assunto foi novamente discutido no Encontro Regional promovido pela Funar (Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural) em parceria com os sindicatos rurais da região Oeste do Estado. O Encontro, sediado em Jardim/MS, aconteceu na última quinta-feira, dia 09 de setembro e contou com a participação de dirigentes, funcionários e mobilizadores dos sindicatos das cidades de Bonito, Bela Vista, Caracol, Guia Lopes, Nioaque e Jardim.Durante o evento, o Superintendente da Funar, Elusio Guerreiro de Carvalho, apresentou aos representantes dos sindicatos a nova parceria firmada entre o Iagro (Agência Estadual de Sanidade Animal e Vegetal) e a Funar. Uma das ações propostas pela nova parceria é o projeto de formação da Rede Estadual e Nacional de Defesa Sanitária Animal. Segundo ele, Mato Grosso do Sul contabiliza hoje quase 50 mil propriedades rurais. No projeto da Rede de Sanidade está prevista a capacitação de um agente de saúde animal para cada propriedade ou grupo de pequenas propriedades. Dessa forma a vigilância e fiscalização do rebanho estaria garantida, beneficiando o produtor.Guerreiro ressaltou a importância da conscientização do produtor em relação á defesa sanitária. “Sem o envolvimento direto dos produtores rurais nada do que for feito, seja pelo governo ou outra entidade, vai funcionar. O produtor precisa estar consciente de que sem a vigilância, todo trabalho já realizado, no combate à febre aftosa, por exemplo, pode ir por água abaixo”.De acordo com o projeto, o agente sanitário será um trabalhador ou peão da equipe de trabalho de cada fazenda, que será liberado pelo seu patrão para receber a capacitação, ministrada pelos técnicos do Senar-AR/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dourados aplicou 65,9 mil doses de vacinas contra Covid-19
IMUNIZAÇÃO
Dourados aplicou 65,9 mil doses de vacinas contra Covid-19
MS vai receber mais de 85 mil doses de coronavac para 'zerar' fila da Dose 2
PANDEMIA
MS vai receber mais de 85 mil doses de coronavac para 'zerar' fila da Dose 2
Mulher tem moto furtada na Avenida Marcelino Pires
DOURADOS
Mulher tem moto furtada na Avenida Marcelino Pires
Usina de etanol de milho terá que pagar R$ 4 milhões de compensação ambiental
DOURADOS
Usina de etanol de milho terá que pagar R$ 4 milhões de compensação ambiental
Agepen define parâmetros para prisão das pessoas LGBT+
MS
Agepen define parâmetros para prisão das pessoas LGBT+
Capataz é preso com animal silvestre ilegal e cinco armas de caça
DOURADOS
Comparsas fogem e homem é preso após furtar fios em cooperativa
BELEZA
Brasileira Julia Gama fica em 2º lugar no concurso Miss Universo
FÊNIX
PF deflagra operação e cumpre 40 mandados em duas cidades de MS
INFORME PUBLICITÁRIO
Hotel Pousada do Bosque: referência em lazer e sofisticação na região

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS