Menu
Busca domingo, 11 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Saiba quem é Helio Costa, novo ministro das Comunicações

06 julho 2005 - 13h45

O senador Hélio Costa (PMDB-MG) assume o Ministério das Comunicações depois de uma disputa interna no partido com o secretário-executivo da pasta, Paulo Lustosa, também cotado para a pasta..Indicado pela bancada do PMDB no Senado, Costa chegou a ser cotado para assumir o ministério da Previdência, no lugar de Romero Jucá, mas deixou claro ao partido e ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que não aceitaria o cargo, alegando que a recuperação da Previdência Social demandaria um trabalho técnico de cinco ou seis anos e que preferia atuar em uma área com a qual tivesse afinidade.Natural de Barbacena (MG), o senador é jornalista, e ficou conhecido por sua atuação como repórter da Rede Globo. Ele iniciou sua carreira política motivado pela Constituinte, tendo sido eleito deputado federal em 1986 e depois em 1998. Entre os dois mandatos na Câmara, ele candidatou-se duas vezes ao governo do Estado de Minas, sem sucesso, e chegou ao Senado nas últimas eleições.Como senador, foi vice-líder do governo e vice-líder do PMDB. Ele presidiu Comissão de Educação, e atuou nas comissões de Relações Exteriores e da subcomissão de Comunicação Social.Costa chegou ao governo dentro da reforma ministerial promovida por Lula na tentativa de reforçar a base aliada e superar a crise política para tocar o governo até o final de 2006.Em 2003, o senador chegou a ser cogitado para assumir o ministério em substituição ao então ministro Miro Teixeira, mas encontrou resistências no partido, já que era ligado ao ex-presidente Itamar Franco e não integrava o grupo político sob influência do senador José Sarney.EunícioDeputado em segundo mandato, o ex-ministro das Comunicações, Eunício Oliveira, avaliou que a sua permanência no governo e a conseqüente desistência das eleições de 2006 interromperia sua carreira política. Ele chegou a ser sondado pelo presidente para permanecer no cargo na reforma, mas avaliou a provável ausência de lideranças importantes do Estado, como o ministro Ciro Gomes, na disputa eleitoral como uma oportunidade única para a sua candidatura ao governo. Aliados do ex-ministro consideram que, na pior das hipóteses, ele já estaria no segundo turno.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Covid-19: Brasil registra 72 mil casos e 2,6 mil mortes em 24 horas
SAÚDE
Covid-19: Brasil registra 72 mil casos e 2,6 mil mortes em 24 horas
Wrestling: Laís Nunes leva medalha de ouro em torneio na Bulgária
BRASIL
Wrestling: Laís Nunes leva medalha de ouro em torneio na Bulgária
Real Madrid vence Barcelona por 2 a 1 com golaço de letra de Benzema
INTERNACIONAL
Real Madrid vence Barcelona por 2 a 1 com golaço de letra de Benzema
MEC prorroga prazo de inscrição para o Sisu
NOVO PRAZO
MEC prorroga prazo de inscrição para o Sisu
Petrobras conclui venda de participação em parque eólico no Nordeste
ECONOMIA
Petrobras conclui venda de participação em parque eólico no Nordeste
JUSTIÇA
Fux marca para terça-feira julgamento sobre CPI da covid-19
SAÚDE
Pandemia impacta saúde mental de profissionais da linha de frente
DOURADOS
Homem tem celular roubado por indivíduo armado no centro de Dourados
ECONOMIA
Teto de gastos e reforma da Previdência geraram economia de R$ 900 bilhões
PANDEMIA
Fiocruz: aumento de casos de covid em menores de 59 anos supera 1.000%

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista tem suspeita de fratura nas pernas após ser atingido por carro
VILA INDUSTRIAL
Veículo é destruído pelo fogo em Dourados e ocupantes saem ilesos; veja vídeo
RESGATE
Menina estava brincando com irmãos e avó quando se afogou no Rio Dourados
HOMICÍDIO
Jovem é morta com tiros de escopeta em Itaporã