Menu
Busca quinta, 22 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Safra 2003 de algodão em MS foi de 65 mil toneladas

21 dezembro 2003 - 11h43

Mato Grosso do Sul plantou nesta safra 2003/04 cerca de 45 mil hectares de algodão, com produção estimada de 65 mil toneladas em pluma. Os principais municípios produtores são Chapadão do Sul, São Gabriel do Oeste, Costa Rica, Sonora, Ponta Porã, Dourados, Maracaju, Naviraí e Itaquiraí. A produtividade média do Estado na safra 1999/00 foi de 165 arrobas/hectare (ha), sendo que uma @ (arrroba) equivalente a 15 quilos. Para a safra 2003/04, a estimativa é de 230 @/ha. Alguns produtores atingem até 286 @/ha.Uma característica interessante, revelada no estudo “Cadeia Produtiva do Algodão de MS: Eficiência Econômica e Competividade”, elaborado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Agropecuária do Oeste), patrocinado através do programa Pluma do governo do Estado, indica que, embora o nível tecnológico e as produtividades sejam bastante distintas entre a agricultura empresarial e a agricultura familiar, em especial, nos assentamentos rurais, ambas apresentam alto grau de competitividade, pois a lucratividade se assemelha. Outra ponto relevante, observado pelo coordenador de Agronegócios em Agricultura da Secretaria de Estado da Produção e do Turismo (Seprotur), Fernando Nascimento, diz respeito à qualidade da fibra produzida pelos produtores sul-mato-grossenses, ou seja, o comprimento, a uniformidade e a resistência que o mercado procura, principalmente o externo, que remunera mais pelo produto, são diferenciais observados no produto plantado em Mato Grosso do Sul. Atualmente no Estado estão instaladas 15 indústrias beneficiadoras de algodão. O governo estadual, por meio da Seprotur, mantém dois programas de incentivo: o Pluma, que premia produtividade e qualidade e o Expansul, que concede incentivo financeiro à expansão de novas áreas. O Pluma tem cadastrado 227 produtores, dos quais 169 plantam até 50 ha; 18 cultivam de 50 a 200 ha e 40 plantam acima de 200 ha.“O Estado possui condições favoráveis para a expansão dessa lavoura, pois conta com solos férteis, topografia plana, chuvas em quantidade e bem distribuídas, colheita em período seco, além do capital humano de excelente qualidade, no caso os agricultores e seus colaboradores”, comentou Fernando Nascimento. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Preso sexto envolvido na execução de homem encontrado com tiro na nuca
Presidente da Assomasul vai a Brasília e se encontra com Azambuja 
REGIÃO
Presidente da Assomasul vai a Brasília e se encontra com Azambuja 
Proprietários rurais de MS são orientados sobre prevenção aos incêndios 
OPERAÇÃO `PROLEPSE
Proprietários rurais de MS são orientados sobre prevenção aos incêndios 
Prefeitura inicia pavimentação asfáltica no Jardim das Primaveras
DOURADOS
Prefeitura inicia pavimentação asfáltica no Jardim das Primaveras
Namorado diz que roubava com professora morta para comprar cocaína
ANDERCI
Namorado diz que roubava com professora morta para comprar cocaína
GERAL
Ciclista sul-mato-grossense de 16 anos é contratado por equipe portuguesa
MEIO AMBIENTE
Ambiental recolhe 4 filhotes de coruja de forro de residência em reforma
EDUCAÇÃO
UEMS divulga 3ª convocação para matrículas de 22 a 26 de abril
DOIS IRMÃOS DO BURITI
Em depoimento, suspeito disse que matou irmão a tiros após ser ameaçado
LOTERIA
Confira as dezenas sorteadas da Mega-Sena; prêmio é de R$ 2,5 milhões

Mais Lidas

TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados
CLIMA
Dourados pode ter mínima abaixo de 10 graus na próxima semana, indica previsão 
BR-163
Mulher encontrada carbonizada estava desaparecida desde sábado
DOURADOS
Grupo receberia comissão se conseguisse negociar carga de maconha no Água Boa