quinta, 19 de maio de 2022
Dourados
18°max
min
Campo Grande
17°max
min
Três Lagoas
21°max
min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Rota bioceânica fortalece integração sul-americana, diz Egon

25 setembro 2003 - 16h12

O Mato Grosso do Sul está se preparando para se transformar em um corredor capaz de encurtar a distância entre os produtores brasileiros e o consumidor asiático. A afirmação foi feita pelo vice-governador Egon Krakhecke, durante o encontro da Zicosur (sigla em espanhol para Zona de Integração do Centro Oeste da América do Sul), que está acontecendo em San Miguel de Tucumán, na Argentina. No encontro, que termina amanhã e reúne representantes de governos e empresários de sete países, Egon explicou as estratégias Mato Grosso do Sul para transplantar a palavra integração da retórica para a prática. O grande eixo para tornar isso possível é a viabilização de uma rota que permita aos exportadores brasileiros o acesso aos portos do oceano Pacífico.O vice-governador ressaltou que a prioridade que os governos de MS e do Brasil conferem ao assunto é fruto da necessidade que o país tem de gerar empregos e diminuir a vulnerabilidade externa a partir da dinamização das exportações.“Para o Brasil, isso significa competitividade no cenário internacional, pois encurta em 7,4 mil quilômetros a distância até um mercado potencial de 3 bilhões de pessoas”, disse ele.Hoje, o MS trabalha com duas alternativas: a ligação pela Bolívia (Corumbá, Puerto Suarez, Santa Cruz de la Sierra) e a via pelo Paraguai (por Porto Murtinho-Filadelfia até Assunção). Nos dois casos, o foco está voltado para os portos chilenos de Iquique e Antofogasta.“Estamos concentrando nossos esforços para superar os obstáculos que temos pela frente”, disse ele, citando as articulações para a reativar o trecho ferroviário entre Campo Grande e Corumbá e para a conclusão da estrada que liga Puerto Suárez a Santa Cruz de la Sierra, em territorio boliviano. Recentemente, este assunto foi pauta de uma reunião entre o governador Zeca do PT e o ministro boliviano Carlos Moralez (Obras).Egon afirmou que o primeiro impacto desta nova logística de transporte vai se dar necessariamente na relação entre os países do Cone-Sul. “A integração entre os países do Mercosul e do Pacto Andino vai se acentuar e esta é a nossa aposta estratégica”, disse ele. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO DE MS

Previstos quatro projetos para análise parlamentar durante a Ordem do Dia

Projeto para novo terminal de passageiros do aeroporto será licitado em junho
DOURADOS

Projeto para novo terminal de passageiros do aeroporto será licitado em junho

3ª Douratech apresenta novas tecnologias para o agronegócio
UFGD

3ª Douratech apresenta novas tecnologias para o agronegócio

Operação contra o tráfico é deflagrada em Dourados e suspeito morre após confronto com policiais
DOURADOS

Operação contra o tráfico é deflagrada em Dourados e suspeito morre após confronto com policiais

HOMESCHOOLING

Câmara aprova texto-base de projeto que autoriza ensino domiciliar

PONTA PORÃ

Mulher é presa em flagrante com armas e munições presas ao corpo

LOTERIA

Mega-Sena acumula novamente e prêmio vai a R$ 53 milhões

TRÁFICO

Polícia faz a maior apreensão de maconha da história do Paraguai

PROGRAMAÇÃO

Ovinos e agricultura familiar são temas da Expoagro, que ainda traz o show de Zé Neto & Cristiano

UNIGRAN

Abertura da 26ª Oligran supera a expectativas e lota ginásio

Mais Lidas

PEDRO JUAN CABALLERO

Dupla é executada em pátio de posto de combustíveis

IDENTIFICADO E PRESO

Quarto envolvido em roubo de joalheria saiu de Dourados para dar apoio aos assaltantes

DOURADOS 

Jovens presos por tráfico vendiam drogas para público universitário

FRONTEIRA

Prefeito de Pedro Juan é alvo de atentado a tiros