domingo, 16 de junho de 2024
Dourados
26ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Romance gay ganha o Booker Prize 2004

19 outubro 2004 - 23h42

O escritor britânico Alan Hollinghurst ganhou hoje o Booker Prize, um dos principais prêmios literários do mundo, por seu romance The Line of the Beauty ("A Linha da Beleza"), que conta a história de um homossexual hedonista na época do governo conservador de Margaret Thatcher. "Sei que é uma decisão pela qual devo ser grato pelo resto da vida", reagiu o pacato escritor, de 50 anos, ao falar sobre a celebridade que deve desfrutar a partir de agora. "Eu me sinto muito feliz, e mal sei onde estou." Ele certamente não guarda boas lembranças da era Thatcher. "Tenho uma sensação de indignação que não diminui por ter vivido aquilo", afirmou ele a jornalistas logo após receber o prêmio, na sua segunda tentativa. O ex-ministro da Cultura Chris Smith disse que a decisão do júri foi "incrivelmente difícil e equilibrada". Os organizadores confirmaram que esta é a primeira vez nos 36 anos do Booker que ele celebra um romance gay. O livro narra a história do jovem Nick Guest, ex-aluno de Oxford que vive em Londres, na casa de um influente parlamentar conservador. Guest tem um ardoroso romance com um funcionário público negro antes de se apaixonar por um milionário cocainômano. Na cena mais memorável do livro, o protagonista dança com Thatcher em uma festa, completamente drogado. Smith, que foi o primeiro-ministro assumidamente homossexual do país, disse que o romance foi premiado porque "é excitante, brilhantemente escrito e vai fundo nos anos 80 de Thatcher"."A busca por amor, sexo e beleza raramente é feita de forma tão excelente", disse Smith, ressalvando que a temática homossexual não foi decisiva na escolha. "A premiação mostra que os tempos mudaram, e para melhor", afirmou. Hullingurst já havia sido indicado para o Booker há dez anos. Além da fama e da possibilidade de se tornar um best-seller mundial, o autor vai receber 50 mil libras (90 mil dólares). Pode ainda ver seu livro ser transformado em filme. A escolha dele foi praticamente uma zebra. Nunca houve alguém tão favorito quanto David Mitchell, que concorria por seu complexo romance Cloud Atlas, que trata de viagens no tempo.A decisão do júri saiu após duas horas de acalorado debate. O Booker é um prêmio ao melhor romance publicado nos 12 meses anteriores por um autor britânico, irlandês ou de algum país da Commonwealth. Ele já foi entregue a grandes nomes, como Salman Rushdie e J.M Coetzee. Os críticos às vezes recriminam o júri do Booker por preferir autores desconhecidos, que encantam os acadêmicos, mas não atraem leitores comuns. Não foi o caso dos dois últimos vencedores, o canadense Yann Martel, por Life of Pi e DBC Pierre, por Vernon Good Little, que se mostraram grandes vendedores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Costa Rica defende lugar no G4 da Série D contra o Santo André
FUTEBOL

Costa Rica defende lugar no G4 da Série D contra o Santo André

BIOMA EM RISCO

Governo firma pacto para preservar Pantanal; conheça o documento

EDITAL

Edital de Convocação - Avigrand

POLÍCIA

Jovem é agredido com golpes de facão em tentativa de homicídio 

Alems, TJ e Governo se unem em apoio ao Ponto Final para Feminicídio
POLÍTICA

Alems, TJ e Governo se unem em apoio ao Ponto Final para Feminicídio

FUTEBOL

Cruzeiro anuncia acordo com Dudu, atacante do Palmeiras

Pneu de carreta estoura e homem morre na varanda de casa

EDUCAÇÃO

UEMS é uma das organizadoras do Seminário da Rede UniSustentável

LOTERIAS

Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 53 milhões

FUTEBOL

Estadual Sub-20 abre rodada com vitórias de Aquidauanense e Dourados

Mais Lidas

NEGÓCIOS E CIA

Veja quem recebe o PIS/Pasep na próxima semana

LUTO

Policial civil sofre infarto no trabalho e morre em hospital de Dourados

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

Missão Caiuá é "desclassificada" pela Sesai e deixará de atender saúde indígena em Dourados

MS-164

Mais de R$ 100 mil em defensivos agrícolas contrabandeados são apreendidos na fronteira