Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Roberto Carlos vai pedir para deixar o Corinthians nesta sexta

11 fevereiro 2011 - 09h31

O lateral esquerdo Roberto Carlos está mesmo disposto a sair do Corinthians. Chateado com as perseguições que diz sofrer de parte da torcida e da imprensa especializada, o pentacampeão mundial com a seleção brasileira quer voltar a jogar na Europa.

Segundo com fontes ligadas ao Corinthians, Roberto Carlos se reunirá com seu empresário Fabiano Farah e o presidente Andrés Sanchez no final da tarde desta sexta-feira para negociar uma rescisão amigável de contrato.

Mas a saída do jogador ainda não pode ser considerada um fato consumado, pois Roberto goza de um relacionamento muito bom com Andrés e pode ser convencido pelo mandatário corintiano a permanecer no clube por mais tempo.

Segundo a fonte ouvida pela reportagem, que pediu para não ter o nome revelado, o jogador está decidido a deixar o Corinthians e ficou magoado com a situação vivida nos últimos dias, desde a eliminação na Libertadores. Tudo, porém, depende da conversa com Andrés.

Apontado como um dos culpados por não estar em campo na partida que culminou na eliminação do Corinthians para o Tolima na Pré-Libertadores (alegou não estar em condições de jogo), Roberto Carlos se queixou para a diretoria corintiana das ameaças que tem recebido da facção organizada Gaviões da Fiel. "Tenho família, quero tranquilidade", reclamou para o Blog do Quesada.

"Conversamos com ele ontem [quarta-feira]. Realmente tem essa preocupação em razão do ocorrido, dos atos de vandalismo. Ele falou que recebeu alguns telefonemas, ameaças. Está preocupado em continuar aqui", admitiu Duilio Monteiro, diretor adjunto de futebol, em entrevista coletiva nesta quinta.

Dois clubes de fora do país foram apontados como prováveis destinos de Roberto Carlos: o Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos, e o Anzhi Makhachkala, da Rússia. O Blog do Perrone inclusive chegou a divulgar o valor da vultuosa oferta feita pelos russos: 7 milhões de euros ( por volta de R$ 15,1 mi) por ano.

A reportagem do UOL apurou que o jogador quer mesmo retornar aos grandes centros europeus, pois permanecerá nos holofotes e com um fator principal: com a sua família em segurança, algo que Roberto Carlos acha que não terá mais no Brasil depois das perseguições que diz ter sofrido.

Caso a saída do lateral seja mesmo sacramentada nesta sexta-feira, Roberto Carlos divulgará uma carta aberta aos torcedores para explicar os motivos de ter deixado o Corinthians.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foragido por aplicar golpe de R$ 30 mil em SP é detido no MS
REGIÃO
Foragido por aplicar golpe de R$ 30 mil em SP é detido no MS
Petrobras bate recorde de vendas de diesel S-10
ECONOMIA
Petrobras bate recorde de vendas de diesel S-10
BRASIL
Governo proíbe entrada de estrangeiros em voos provenientes da Índia
Juventude AG enfrenta Umuarama Futsal com obrigação de vitória
COPA DO BRASIL
Juventude AG enfrenta Umuarama Futsal com obrigação de vitória
MS tem quase 1,4 mil novos casos de coronavírus e outras 31 mortes pela doença
PANDEMIA
MS tem quase 1,4 mil novos casos de coronavírus e outras 31 mortes pela doença
CAPITAL
Jovem sai para comprar narguilé e morre após colidir moto contra poste
BRASIL
Terremoto de 4.3 na Escala Richter é registrado no Pará
DOCUMENTAÇÃO
Primeira certidão de nascimento digital de preso indígena é emitida em MS
MEIO AMBIENTE
Seriema é resgatada com a perna quebrada e levada para tratamento
DOURADOS
Após estacionar, mulher tem moto furtada enquanto trabalhava

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Murilo Zauith passa por reabilitação e segue internado em SP
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
DOURADOS
Criança encontrada morta apresentou problemas estomacais uma semana antes
CACHOEIRINHA
Polícia fecha ponto de distribuição de drogas e prende abastecedor