Menu
Busca sábado, 06 de março de 2021
(67) 99257-3397

Rio será a capital mundial do vôlei de praia a partir de amanhã

06 outubro 2003 - 16h54

Depois de oito anos, Copacabana volta a ser, a partir de amanhã (7), palco para o Campeonato Mundial de Vôlei de Praia “Presented by Swatch”. Quarenta e oito duplas femininas, representando 29 países e divididas em doze grupos de quatro, entrarão em quadra, a partir das 8 horas, para disputar um total de 36 partidas. O Brasil conta com força total: Ana Paula/Sandra, atual líder do ranking mundial, Adriana Behar/Shelda, bicampeã mundial, Alexandra/Tatiana, Mônica Rodrigues/Ângela, Larissa/Ana Richa, Renata/Shaylyn e Jacqueline/Juliana. A arena fica em frente ao hotel Le Meridien e a entrada é gratuita. O Campeonato Mundial corresponde à última etapa da temporada do Circuito Mundial e é a que dá mais pontos aos competidores. Ana Paula e Sandra estão bem próximas de assegurar o título, que, em 2002, ficou com Walsh e May, dos Estados Unidos. Para isso, a dupla brasileira precisa apenas passar da primeira fase da competição.“Mas não estamos fazendo estas contas”, garante Ana Paula, apontada, ao lado de Sandra, como uma das favoritas ao título pela campeã olímpica em Sydney, Nathalie Cook.“Brasil, Estados Unidos e Austrália sempre dividem o favoritismo. A China também está evoluindo. Além da Ana e da Sandra, o Brasil tem a Shelda e a Adriana Behar. Dos Estados Unidos, Misty May/Kerri Walsh e Holly McPeak/Elaine Youngs. Mas é muito difícil superar as brasileiras aqui, já que contam com um apoio forte da torcida, assim como nós na Austrália”, afirmou Cook, acrescentando que o calor será mais um forte adversário neste Mundial.“Na Austrália temos um clima parecido com este, mas para as duplas da Europa fica mais difícil a adaptação ao calor”, concluiu a jogadora australiana.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde lança guia alimentar de bolso para menores de 2 anos
SAÚDE
Saúde lança guia alimentar de bolso para menores de 2 anos
Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões
BRASIL
Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões
Assunção registra violência após resposta à pandemia gerar protestos
INTERNACIONAL
Assunção registra violência após resposta à pandemia gerar protestos
DAC vence o Novo por 3X0, em Campo Grande
DOURADOS
DAC vence o Novo por 3X0, em Campo Grande
Fazendeiro é autuado por exploração ilegal de madeira
AQUIDAUANA
Fazendeiro é autuado por exploração ilegal de madeira
PANDEMIA
Prorrogada situação de calamidade pública em dois municípios
ABERTO DE TÊNIS
Djokovic confirma retorno ao circuito no Aberto de Miami
MATO GROSSO DO SUL
Executivo envia projeto para criar fundação de apoio à pesquisa e à Educação
VÔLEI
CBV divulga calendário das quartas de final da Superliga Feminina
POLÍCIA
Caminhão com pneus do Paraguai foi apreendido pelo DOF durante a Operação Hórus

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
DIÁRIO OFICIAL
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
MATO GROSSO DO SUL
Ministro da Justiça lamenta morte de coronel Adib e posta foto antiga do GOF