Menu
Busca sexta, 03 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Revigorante e estimulante, óleo essencial de Alecrim é boa pedida para o outono

20 março 2013 - 15h30

Com a chegada do outono, a temperatura começa a cair. Mesmo no Brasil, onde o clima é mais ameno, o corpo parece sentir esta mudança e muitas pessoas relatam uma vontade maior de ficar mais tempo na cama, prolongando os momentos de descanso.

Segundo a aromaterapeuta e aromatóloga Sâmia Maluf, idealizadora da By Samia Aromaterapia, é possível afastar essa sensação com a ajuda do óleo essencial de Alecrim. “Usá-lo no início da manhã para acordar é ótimo. Ele é perfeito para esta época de transição do sono de vitalidade do verão para o sono do outono, quando ficamos mais preguiçosos para levantar”.

Mas este não é o único benefício que este óleo traz. “Alecrim é um óleo versátil. Podemos aplicá-lo para casos de depressão, fadiga, memória, dores de cabeça, congestão no peito, gripe, dores musculares e no alívio da artite”, enumera a aromaterapeuta.

O Rosmarinus officinalis L. é uma das espécies aromáticas mais antigas e utilizadas pela humanidade. Seu nome significa “orvalho do mar”. No mediterrâneo, sua região de origem, havia o hábito de secar as vestes brancas em cima do alecrim - não somente porque o sol faz a planta liberar um aroma agradável à roupa, mas porque também é bom para espantar traças. Conta-se que os estudantes gregos usavam grinaldas de alecrim para melhorar sua memória quando se preparavam para exames.

Não é por acaso que Sâmia também destaca a propriedade do alecrim de aumentar a concentração e recomenda a difusão do óleo no ambiente onde se está trabalhando ou estudando para melhorar o desempenho. O Alecrim revitaliza as células cerebrais, clareia a mente e estimula a memória. É ótimo para esforço mental excessivo, embotamento em geral e letargia. É muito revigorante e fortalece a mente quando há fraqueza e esgotamento. Seus benefícios para a memória estão inclusive registrados na literatura, como no texto de Shakespeare, “Hamlet”, em que a personagem Ofélia diz: “Há o alecrim, para a memória; ore, ame, lembre”. Hoje, a ciência comprova esta propriedade.

O alecrim também faz bem para os cabelos. Ele previne a caspa e estimula o crescimento. “Uma gota de óleo essencial misturada na quantidade de xampu a ser utilizada para a lavagem dos cabelos é o suficiente. A mistura pode ser repetida no condicionador”, indica.

Entretanto, a aromaterapeuta alerta para as contra-indicações do óleo. “Crianças com menos de 12 anos não devem fazer uso tópico do alecrim. Para elas, o óleo deve ser usado apenas como um difusor no ambiente. Pessoas com diagnóstico de epilepsia, hipertensão, mulheres grávidas ou quem está fazendo tratamento com homeopatia também não devem utilizá-lo”, recomenda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEGURANÇA
Sejusp divulga lista das entidades aptas a participarem da eleição do Conesp
CAMPO GRANDE
Motociclista morre após ser arrastado por ambulância em alta velocidade
JUDICIÁRIO
Abordagem abusiva de segurança de supermercado gera dano moral
SAPUCAIA
Polícia apreende mais de uma tonelada de maconha na região de fronteira
CAMPO GRANDE
Pesquisadores de MS desenvolvem estudos contra o coronavírus
DECRETO 2.480
Policia Militar vai aumentar fiscalização do toque de recolher em Dourados
SUMIÇO
Família procura por jovem que está desaparecida desde a última quarta-feira
DOURADOS
Ex-secretária e suplente de Braz na Câmara troca PL pelo PSDB
CORONAVÍRUS
Durante fiscalização, Guarda prende nove pessoas e notifica 60 comércios em Dourados
ECONOMIA
Caixa lançará na terça aplicativo para cadastro em renda emergencial

Mais Lidas

NOVA ANDRADINA
Hospital confirma três profissionais com coronavírus em unidade que atendeu idosa
CRIME AMBIENTAL
Pescador é flagrado com barco, motor de popa e petrecho de pesca
COVID-19
Familiares de casal que testou positivo para coronavírus em Dourados são monitorados
BOLETIM DA SES
Dourados registra mais um caso de coronavírus e MS tem 51 confirmações