Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Retirada de projeto do IPTU é vitória do povo, diz Marcelo Barros

14 dezembro 2009 - 09h30

O vereador Marcelo Barros (DEM) afirmou que a retirada do projeto que determinava o aumento do IPTU da pauta de votações na Câmara de Vereadores é uma vitória do povo e elogiou o trabalho das entidades que souberam entender seus argumentos e pressionaram também pela retirada da proposta.
 

“Quando a classe política bem intencionada e a população se unem, o bom senso sempre impera e os resultados acontecem em benefício da maioria”, destacou o vereador Marcelo Barros, avaliando a posição do prefeito que com certeza percebeu a insatisfação da população e sentiu que seria derrotado em suas pretensões na Câmara Municipal.
 

O democrata afirma agora que a nova empreitada será a luta contra a proposta de aumento do ISS (Imposto sobre Serviços) que o prefeito também quer majorar e desta vez penalizando a classe de trabalhadores autônomos e prestadores de serviços em Dourados.
 

Um dos absurdos destacados por Marcelo Barros na questão do ISS é a instituição de uma tabela permanente e fixa para determinar o imposto que prestadores de serviço têm que pagar. A prefeitura quer receber um dinheiro pré-fixado por um serviço que ainda não sabe se vai ser realizado ou não. “Seria como se um médico pagasse o imposto por uma consulta que ainda não realizou, ou o borracheiro pagasse o imposto pelo conserto de um pneu que ainda não realizou”, explicou o vereador.
 

E os absurdos não param por ai. Seguem quando se determina que, por exemplo, o valor pago nas peças compradas para o conserto de um carro deve compor a base de calculo pra se chegar ao ISS devido pelo mecânico que realizou o conserto.
 

Marcelo Barros afirma que o prefeito Ari Artuzi tenta fazer com o ISS a mesma coisa que fez com o IPTU. “Manda a proposta para ser analisada pelos vereadores no apagar das luzes e quer sua aprovação a toque de caixa“, ressaltou. Para o vereador democrata projeto de tamanha importância e complexidade deve ser discutido com tempo e avaliado com critério inclusive pela população em audiências públicas promovidas pela Câmara.
 

“Esse será nosso novo embate a partir de agora”, disse Marcelo já conclamando entidades douradenses de defesa da população e a própria sociedade para se juntar à luta pela manutenção dos atuais valores e alíquotas cobradas no ISS.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

RIO BRILHANTE
Homem é preso com carro roubado e diz trocaria por cavalo e alfafa
TELEVISÃO
Falta de segurança faz jornalistas do Grupo Globo deixarem plantão no Alvorada
CAPITAL
Mulher é presa em flagrante após furtar maquiagens e fones de ouvido
MAGISTRATURA
Concurso: Comissão divulga julgamento de recursos da prova objetiva
IVINHEMA
Mulher é presa transportando para São Paulo 200 quilos de maconha
ENTRADA PROIBIDA
Estados Unidos antecipam para amanhã início do bloqueio a brasileiros
SIDROLÂNDIA
PMs são acusados de aceitar propina de traficantes que “queimavam dinheiro”
JUDICIÁRIO
Flávio Bolsonaro pede para acompanhar depoimento de Paulo Marinho
MARACAJU
Homem encontrado morto em rio foi estrangulado e polícia identifica suspeitos
SAÚDE
Ações nas barreiras sanitárias são intensificadas no combate à Covid-19

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
MARACAJU
Homem morre após tentativa de fuga e troca de tiros com a polícia
MS-145
Motorista disse não ter visto momento que atropelou e matou ciclista