Menu
Busca segunda, 30 de março de 2020
(67) 9860-3221

Resolução afastando Walter Hora deve sair hoje

03 dezembro 2003 - 07h45

O presidente da Câmara de Dourados, vereador José Carlos Cimatti Pereira (PFL) deve mandar publicar hoje a resolução que fixa em 15 dias o período de afastamento do vereador Walter Ribeiro Hora (PPS) das atividades parlamentares. Ele foi condenado a essa punição na sessão de ontem à noite, depois de ter participado, juntamente com moradores do Jardim Água Boa, da destruição de parte da ciclofaixa implantada na rua Cafelândia pela Prefeitura de Dourados. Doze dos 16 vereadores presentes à votação (Hora não votou) se posicionaram pelo afastamento dele por duas semanas.O deputado Ari Artuzi (PDT) também participou do ato, mas a situação dele está sendo resolvida com a opção de arquivamento do processo, também solicitado à Assembléia Legislativa pelo Diretório do PT de Dourados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES 2020
Por ora, eleições estão confirmadas para outubro
FURTO
Homem tem moto furtada em frente a condomínio no Jardim Caramuru
INFORME PUBLICITÁRIO
São Bento Incorporadora desenvolve seu novo site visando ampliar a experiência dos usuários
DOURADOS
Homem leva surra de populares e é detido por furtar dois veículos em Dourados
IMUNIZAÇÃO
Doses não chegam e Dourados inicia semana sem vacinas contra a Influenza
Saúde e Bem-estar
Cuide da sua higiene bucal para prevenir o covid-19 (Coronavírus)
ALIMENTAÇÃO
Maca peruana: o tubérculo dos Andes considerado hoje um "superalimento"
SAÚDE
Você sabe como medir gordura corporal com um adipômetro?
CORONAVÍRUS
Especialista orienta para cuidados respiratórios em meio a pandemia
REGRAS
Twitter apaga post de Bolsonaro em que defende fim do isolamento

Mais Lidas

COVID-19
Dourados confirma primeiro caso do novo coronavírus
COVID-19
Mulher de 52 anos é o 2º caso de coronavírus em Dourados, total no Estado é de 31
DOURADOS
Estado avisou sobre contato entre douradense e morador da Capital com Covid-19
AQUIDAUANA
Quatro homens são autuados em R$ 10,4 mil por pesca predatória em MS