Menu
Busca domingo, 17 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

Resende diz que todos querem 'nomes' para sucessão de Tetila

31 março 2008 - 09h55

O deputado federal Geraldo Resende (PMDB) disse sábado, em entrevista ao programa “A Hora da Verdade”, da Rádio Grande FM, que a população douradense espera, com ansiedade, os nomes dos pré-candidatos a prefeito que os partidos irão apresentar para as eleições deste ano. Na avaliação do parlamentar essa definição precisa ser tomada com urgência, a fim de se contrapor “ao projeto que está colocado há vários anos”.
 

Na entrevista aos radialistas Osvaldo Duarte e Eduardo Palomita, o deputado falou, principalmente, sobre os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que esteve
em Mato Grosso
do Sul para investigar a questão da subnutrição indígena. Mas no final, foi questionado sobre o processo eleitoral e disse que vem sendo cobrado, em todas as conversas que tem na cidade, por uma definição sobre eventuais candidaturas a prefeito de Dourados.
 

Ele próprio, pré-candidato a prefeito pelo PMDB, disse que seu partido tem ainda, a pré-candidatura do ex-deputado Marçal Filho. “Estamos conversando internamente para apresentarmos uma definição nos próximos dias, mas entendo que essa decisão precisa ser tomada com urgência, sob pena de consolidação do único projeto que a população tem, até o momento”, afirmou o deputado.
Geraldo disse que os partidos que apoiaram a eleição do governador André Puccinelli deverão caminhar unidos no pleito deste ano
em Dourados. Mas
considera que as lideranças dessas agremiações devem se apressar em suas definições internas, a fim de que os entendimentos intra-partidários possam ser concluídos.
 

O deputado diz que tem recebido diversos questionamentos da população, se o vice-governador Murilo será candidato. “Então, ele precisa dizer claramente, se será, ou não”, sugere. “Mas o povo douradense não pode ficar sem alternativas à proposta colocada atualmente”.
 

Sobre sua pré-candidatura, Geraldo lembrou que atende a um chamamento do próprio PMDB, que em reunião da Executiva, lhe convocou para assumir esse desafio. “O meu partido tem reiterado por diversas vezes, que terá candidatura própria
em Dourados. Estou
trabalhando para ser o candidato, mas isso não é uma imposição pessoal, depende do conjunto das lideranças peemedebistas”.
 

Reafirmando não temer desafios, Geraldo disse que se for indicado pelo PMDB e pelas demais forças aliadas para encabeçar um novo projeto para Dourados, está disposto a assumir essa condição. “Temos muito o que mostrar para a população, tanto daquilo que já fizemos pela cidade, quanto daquilo que, junto com as lideranças do PMDB e dos demais partidos, poderemos fazer na busca de uma Dourados cada vez melhor”.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Força tarefa da Prefeitura de Dourados retira 50 árvores caídas
DEFESA CIVIL
Força tarefa da Prefeitura de Dourados retira 50 árvores caídas
REGIÃO
Homem é flagrado na BR-267 com droga que saiu de Dourados
Homem é esfaqueado durante discussão e é socorrido para hospital
REGIÃO
Homem é esfaqueado durante discussão e é socorrido para hospital
Última vítima de naufrágio no Pantanal é encontrada por bombeiros
TRAGÉDIA
Última vítima de naufrágio no Pantanal é encontrada por bombeiros
REGIÃO
Filhotes de beija-flor são resgatados de ninho após ventania
POLÍTICA
Aziz adia para quarta-feira a leitura do relatório da CPI
REGIÃO
Polícia resgata filhotes de pica-pau e periquitos que caíram de ninho em tempestade
ECONOMIA
B3 oferece cursos para quem quer aprender a operar no mercado de ações
REGIÃO
Sandero com mais de 220 quilos de drogas é apreendido na MS-162
ESPORTE
Mundial de Ginástica Artística começa nesta segunda-feira

Mais Lidas

CLIMA
ASSUSTADOR: Vídeo mostra chegada da tempestade de poeira em Dourados
DOURADOS
Asfalto de avenida cede na região Norte e trânsito é interrompido
CLIMA
Alan decreta situação de emergência após temporal que deixou rastro de destruição em Dourados
CLIMA
Ventos de 40 km/h causam estragos em Dourados