Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Relógio em Nova York acompanha o preço da guerra no Iraque

26 agosto 2004 - 19h15

Os nova-iorquinos poderão acompanhar em tempo real o custo da guerra no Iraque. Um "relógio" digital foi instalado na Times Square, começando com US$ 134,5 bilhões (custo estimado até agora pelos responsáveis pelo contador) e será ajustado à taxa de US$ 177 milhões por dia, o que representa US$ 7,4 milhões por hora e US$ 122,820 por minuto. O relógio foi inaugurado pelos grupos Project Billboard e Centro pelo Progresso Americano, este último, liderado por John Podesta, ex-secretário de governo do ex-presidente Bill Clinton. Os responsáveis afirmam que com o dinheiro gasto até agora no Iraque os Estados Unidos poderiam ter implementado 18 projetos para aumentar sua segurança interna e externa, inclusive a criação de duas novas divisões no Exército e a contratação de 100.000 novos policiais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHAPADÃO DO SUL
Motorista tem perna esquerda estilhaçada em explosão de compressor de ar
IstoÉ
Michelle Bolsonaro perde processo e terá de pagar indenização de R$ 15 mil
CAPITAL
Preso, rapaz diz que espancou idoso por ele 'mexer' com sobrinho de 1 ano
UEMS
Mestrado em Educação Científica e Matemática prorroga inscrições até junho
CORUMBÁ
Após assaltar papelaria, ladrão tenta fugir para mata e invade residência
SAÚDE
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
Polícia do Paraguai apreende cocaína escondida em chifre ornamental
GOVERNO BOLSONARO
Ocupação irregular na Amazônia cresceu 56% em dois anos, diz instituto
ANTÔNIO JOÃO
Homem é preso por tentar matar adolescente de 17 anos a tiros
REGIÃO
Inscrições para processo seletivo de estágio em Angélica são prorrogadas

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS