Menu
Busca sexta, 30 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Reggae invade D’Aldeia neste sábado

25 julho 2007 - 14h21

Os principais talentos musicais de Dourados se reúnem neste sábado, em uma festa que consagrará a reggae music no Espaço D’Aldeia. A segunda edição do D’Aldeia Reggae apresenta o talento de Daniel Freitas e Banda, Dagata e os Aluízios, Hay Nigro e Dixavantes. Os convites antecipados para o evento estão à venda na Banca do Jaime por R$ 10. Mesas para seis pessoas com tábua de frios são vendidas a R$ 100, pelo telefone 9941-9479.

O encontro traz a Dourados o ritmo de maior sucesso nas paradas de todo Brasil. O estilo que voltou às rádios graças a artistas como Armandinho, Natiruts e Maskavo, ganhará a leitura de instrumentistas de peso da região. A idéia é repetir o sucesso da edição anterior, que aconteceu em setembro do ano passado e contou com as bandas Hay Nigro e Hadusck. O projeto deve ganhar edições futuras, sempre investindo em talentos locais.

Desta vez, a festa destinará todo o dinheiro arrecadado na portaria às famílias indígenas de Dourados. A proposta é uma parceria dos promotores do evento, Thiago Pizzini e Vinícius Stefanello, com a ONG Pulsar, que trabalha com as crianças da aldeia da cidade. O evento ainda marca o lançamento do site da Pulsar. O portal divulgará as ações dos voluntários na aldeia para todo Brasil.

O projeto atende ao apelo dos inúmeros fãs do estilo em Dourados. “O reggae tem um público cativo por aqui. A festa é uma alternativa para quem procura um evento com música ao vivo de primeira qualidade e muita gente bonita”, afirma Thiago Pizzini.
Daniel Freitas apresenta o repertório de seu CD acústico que será lançado em outubro deste

O álbum contará com sete faixas inéditas, que já fazem sucesso nas rádios de Campo Grande. “A repercussão do trabalho em Dourados fez com que conquistasse um grande público na capital”, afirma o músico. O show no D’Aldeia Reggae será uma das últimas apresentações na cidade antes de uma turnê pelo Paraná e São Paulo do músico. Ele toca ao lado de Sandro Moreno na bateria, Alex Mesquita, no baixo, e Cristian Holz, na guitarra.

O grupo Dagata e os Aluízios fará no dia 28 sua segunda apresentação depois de três anos fora da cena estadual. A sonoridade do álbum "Dagata e os Aluízios", lançado pelo conjunto em 2003, ganha novo fôlego graças à afinidade musical de Fernando Dagata e seus companheiros. "Estamos juntos novamente graças a autenticidade do projeto. Nossa idéia sempre foi reunir ritmos regionais ao som produzido pelos grandes roqueiros da história", ressalta o músico.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dourados vai liberar acesso a estabelecimentos apenas para pessoas vacinadas
PANDEMIA
Dourados vai liberar acesso a estabelecimentos apenas para pessoas vacinadas
CONSEQUÊNCIA
Estudo brasileiros encontra coronavírus na retina de humanos
Caminhão boiadeiro que seguia para o Maranhão é apreendido com maconha
TRÁFICO
Caminhão boiadeiro que seguia para o Maranhão é apreendido com maconha
Governador abre diálogo com os EUA para investimentos no Pantanal
PARCERIA
Governador abre diálogo com os EUA para investimentos no Pantanal
IVINHEMA
Homem oferece passeio de carro e estupra menino de 12 anos com deficiência
POLÍCIA
Durante rondas e policiamento, polícia cumpre mandados e recupera moto furtada
DOURADOS
Expo e comida por app, 'rolêzinho da vacina' tem clima de festa entre os jovens
AÇÃO SOCIAL
Construtora doa terreno para rifa e dinheiro arrecadado vai ajudar 3 instituições de Dourados
IMUNIZAÇÃO
MS tem previsão de receber mais de 80 mil doses de vacinas contra Covid-19
RESGATE
Tucano é encontrado ferido na rua e encaminhado para atendimento veterinário

Mais Lidas

ACIDENTE DOMÉSTICO
Após discussão com entregador jovem acaba ferido
PEDRO JUAN
'Justiceiros' voltam a atacar na fronteira e matam adolescente
DOURADOS
Motorista que fugiu após atropelar motociclista no centro não possuía CNH
CLIMA
Dourados bate recorde de frio no ano com geada forte