Menu
Busca terça, 19 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397

Reforma Tributária deixa municípios à mingua, diz Lanzarini

11 setembro 2003 - 07h23

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato grosso do Sul), Dirceu Lanzarini (PL), afirmou ontem, após movimento dos prefeitos em Brasília, que a reforma tributária do jeito que está deixa os municípios à mingua, sem recursos para investir nos setores considerados essenciais. “As prefeituras não agüentam mais arcar com as despesas sem a devida contra-partida do governo federal”, criticou, dizendo que a esperança dos prefeitos é que a reforma tributária seja modificada pelo Senado. Lanzarini disse que a saída para incrementar a receita das prefeituras brasileiras seria a aprovação da emenda que eleva o repasse de distribuição do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), passando dos atuais 22,5% para 27,5%. A queda no repasse de recursos do FPM, registrada nos últimos meses, segundo o dirigente, preocupada os prefeitos. “O pior é que há novas previsões pessimistas”, disse, voltando a alertar os prefeitos para o risco de um “colapso” financeiro caso não seja feita contenção de gastos nas prefeituras.  Isso, segundo ele, daria um incremento de R$ 7 bilhões para distribuição proporcional entre as mais de 5.500 prefeituras do país. “Encaminhamos nossas reivindicações, discutimos à exaustão com os deputados, agora nos resta convencer os senadores da necessidade de mudar o texto da reforma”, disse, referindo a Marcha à Brasília em Defesa dos Municípios, da qual participaram mais de 3 mil prefeitos, entre os quais 30 de Mato Grosso do Sul. O presidente da Assomasul disse que o presidente do Congresso, José Sarney, recebeu ontem um grupo de 27 presidentes de associações de municípios, tendo prometido empenho em favor das reivindicações dos prefeitos, quando o texto da reforma chegar a Casa. Em sua avaliação, a mobilização em Brasília foi positiva, mas os prefeitos não devem se dispersar, já que a CNM (Confederação Nacional de Municípios) convocará um novo manifesto a sim que a matéria for enviada à apreciação dos senadores.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

UNIVERSIDADE
Laboratório de universidade federal analisa mais de 4 mil testes de Covid-19 em 2020
LEGISLATIVO
Deputados entregam a candidatos à Presidência da Câmara carta com prioridades para a educação
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto prevê punição para o repasse indevido de salário de funcionários de agentes políticos
BRASIL
Anac divulga aéreas que podem transportar cilindros de oxigênio
OPINIÃO
Como as alterações nos benefícios previdenciários podem te impactar
PANDEMIA
Mato Grosso do Sul realiza primeira vacinação contra o coronavírus
SISTEMA DE SAÚDE
Governo foi informado dia 8 sobre escassez de oxigênio em Manaus
TRAGÉDIA
Criança de seis anos morre em acidente entre Bonito e Bodoquena
CLÁSSICO
Palmeiras goleia Corinthians e segue sonhando com título brasileiro
REGIÃO
Bombeiros são acionados para buscas após populares verem corpo boiando em rio

Mais Lidas

DOURADOS
Morto por descarga elétrica pode ter tentado consertar portão
ACIDENTE
Homem morre após sofrer descarga elétrica em Dourados
DOURADOS 
Jovem cai de moto e pede ajuda após levar facada
DOURADOS
Comitê alerta para crescente da Covid e prefeito expede decreto com novas regras