terça, 18 de janeiro de 2022
Dourados
38°max
23°min
Campo Grande
35°max
24°min
Três Lagoas
36°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Reforma Tributária deixa municípios à mingua, diz Lanzarini

11 setembro 2003 - 07h23

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato grosso do Sul), Dirceu Lanzarini (PL), afirmou ontem, após movimento dos prefeitos em Brasília, que a reforma tributária do jeito que está deixa os municípios à mingua, sem recursos para investir nos setores considerados essenciais. “As prefeituras não agüentam mais arcar com as despesas sem a devida contra-partida do governo federal”, criticou, dizendo que a esperança dos prefeitos é que a reforma tributária seja modificada pelo Senado. Lanzarini disse que a saída para incrementar a receita das prefeituras brasileiras seria a aprovação da emenda que eleva o repasse de distribuição do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), passando dos atuais 22,5% para 27,5%. A queda no repasse de recursos do FPM, registrada nos últimos meses, segundo o dirigente, preocupada os prefeitos. “O pior é que há novas previsões pessimistas”, disse, voltando a alertar os prefeitos para o risco de um “colapso” financeiro caso não seja feita contenção de gastos nas prefeituras.  Isso, segundo ele, daria um incremento de R$ 7 bilhões para distribuição proporcional entre as mais de 5.500 prefeituras do país. “Encaminhamos nossas reivindicações, discutimos à exaustão com os deputados, agora nos resta convencer os senadores da necessidade de mudar o texto da reforma”, disse, referindo a Marcha à Brasília em Defesa dos Municípios, da qual participaram mais de 3 mil prefeitos, entre os quais 30 de Mato Grosso do Sul. O presidente da Assomasul disse que o presidente do Congresso, José Sarney, recebeu ontem um grupo de 27 presidentes de associações de municípios, tendo prometido empenho em favor das reivindicações dos prefeitos, quando o texto da reforma chegar a Casa. Em sua avaliação, a mobilização em Brasília foi positiva, mas os prefeitos não devem se dispersar, já que a CNM (Confederação Nacional de Municípios) convocará um novo manifesto a sim que a matéria for enviada à apreciação dos senadores.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bicicleta é furtada em condomínio na Vila Aurora
DOURADOS

Bicicleta é furtada em condomínio na Vila Aurora

Pela 7° vez, Polícia Civil fecha 'bunker' de drogas
CAPITAL

Pela 7° vez, Polícia Civil fecha 'bunker' de drogas

Ministra Rosa Weber remete ação da Abraji sobre Assédio judicial diretamente ao Plenário
STF

Ministra Rosa Weber remete ação da Abraji sobre Assédio judicial diretamente ao Plenário

Veículo furtado é abandonado em via pública e polícia recupera
REGIÃO

Veículo furtado é abandonado em via pública e polícia recupera

TJ-MS diz que julgamentos em 1º grau superaram a distribuição e cresceram 16,8% em 2021
ESTADO

TJ-MS diz que julgamentos em 1º grau superaram a distribuição e cresceram 16,8% em 2021

REGIÃO

Embriagado, homem é flagrado conduzindo veículo

EDUCAÇÃO

Inmetro recomenda atenção na compra de materiais escolares

REGIÃO

Foragido da justiça é preso usando nome falso e portando entorpecentes

MS

Contrato emergencial de meio milhão de reais prevê reparos em unidades do Detran

REGIÃO

Traficante é preso com droga que entregaria em Juti

Mais Lidas

REGIÃO

Ação conjunta apreende carga de cocaína avaliada em mais de R$ 7 milhões

DOURADOS

Rede Municipal realiza 1ª designação de alunos nesta segunda-feira

DOURADOS

Mulher 'ostenta' pistola em bairro e acaba presa por porte ilegal

MS

Homem morre enquanto tomava cerveja e suspeita é de envenenamento