segunda, 17 de janeiro de 2022
Dourados
37°max
26°min
Campo Grande
34°max
23°min
Três Lagoas
38°max
26°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Reforma ministerial deve ocorrer em duas etapas

06 janeiro 2004 - 08h51

A reforma ministerial do governo Luiz Inácio Lula da Silva deve ocorrer em duas etapas. De acordo com assessores, até sexta-feira Lula vai anunciar as primeiras mudanças nos ministérios. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, a primeira parte da reforma será reduzida. O novo ministério ficaria pronto em abril, quando alguns ministros sairão para disputar as eleições municipais. Conforme assessores, as eleições foram uma maneira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva encontrou para fazer as alterações na equipe sem provocar brigas internas. A reforma ministerial vai servir para acomodar o PMDB no primeiro escalão do governo federal. As negociações começaram ontem. O principal objetivo imediato é dar duas pastas ao PMDB, partido que teve uma atuação fundamental para a aprovação das reformas tributária e da Previdência, em 2003. Outra pasta que deve ser repassada ao PMDB é o Ministério das Cidades, comandado hoje por Olívio Dutra (PT-RS). Ontem, cerca de duas horas e meia marcaram a reunião no Palácio do Itamaraty, em Brasília, entre os presidente e seus principais ministros. No entanto, o governo federal, ao final, manteve o mistério sobre a reforma ministerial. O secretário-geral da Presidência, Luiz Dulci, negou que o tema tenha sido tratado no encontro, do qual participou junto com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ministros da Casa Civil, José Dirceu, da Secretaria de Comunicação de governo, Luiz Gushiken, e da Fazenda, Antonio Palocci. O porta-voz da presidência, André Singer, também negou que o assunto tenha sido tratado na reunião de ontem. Miro Teixeira, que se encontrou ontem pela manhã com Lula, está cotado para deixar o Ministério das Comunicações, dando lugar ao deputado federal Eunício Oliveira (PMDB-CE). O parlamentar do PMDB inclusive interrompeu uma viagem que fazia pelo exterior para voltar a Brasília. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve realizar na próxima semana uma reunião informal de seus ministros para tratar da reforma ministerial. A informação foi dada pela ministra-chefe da Secretaria Especial de Promoção de Políticas para as Mulheres, Emília Fernandes, que informou que recebeu um telefonema do gabinete do presidente avisando da intenção de Lula de fazer essa reunião ampliada com seus ministros. Emília Fernandes disse ainda que a mudança no Ministério "é um reajuste de forças para garantir maioria a base de apoio ao governo". Acrescentou que o PT tem que ter a sensibilidade de que mudanças no ministério é um direito e uma prerrogativa do presidente, e isso deve ser construído por um processo de diálogo.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Morre no Rio, aos 64 anos, a atriz Françoise Forton
LUTO

Morre no Rio, aos 64 anos, a atriz Françoise Forton

INTERNACIONAL

No Vaticano, papa Francisco diz rezar por vítimas das chuvas no Brasil

PANDEMIA

Presidente: autoteste pode conter transmissão de vírus mais rápido

Veículos colidem frontalmente na MS-450 e vítimas são encaminhadas para hospital
ACIDENTE

Veículos colidem frontalmente na MS-450 e vítimas são encaminhadas para hospital

ESPORTE

Rayssa Leal fatura STU de Criciúma, 1ª etapa do circuito brasileiro

REGIÃO

Menor sofre acidente ao colidir bicicleta contra veículos em via pública

SAÚDE

Síndrome de Burnout é reconhecida como fenômeno ocupacional pela OMS

EDUCAÇÃO

Prefeitura abre processo seletivo para estagiários de Ensino Médio e Superior

INTERNACIONAL

EUA: ocupação de sinagoga termina com sequestrador morto

DOURADOS

Apartamento é invadido e placa de vídeo de computador furtada

Mais Lidas

REGIÃO

Carro pega fogo e motorista morre em colisão entre Dourados e Fátima do Sul

DOURADOS

Confusão próxima à região conhecida como 'cracolândia' deixa homem ferido

TRAGÉDIA

Motorista carbonizado em acidente na BR-376 morava em Dourados

DOURADOS

Detento é levado para a UPA após 'surtar' e bater cabeça várias vezes em grades de cela