Menu
Busca quarta, 16 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Receita repassa 19 mil casacos para Prefeitura distribuir

04 maio 2006 - 11h45

A Prefeitura de Dourados e a Receita Federal promoveram esta manhã a entrega de 19 mil casacos que serão doados às famílias carentes com a chegada do inverno. A cerimônia reuniu, além do prefeito Laerte Tetila e do chefe da Receita Federal em Dourados, Edson Ishikawa, o vice-governador Egon Krackekhe, os secretários de Governo Ermínio Guedes e de Assistência Social e Economia Solidária, Ledi Ferla, os vereadores Elias Ishy e José Carlos Cimatti, e diversas autoridades e líderes comunitários e indígenas. De acordo com Edson Ishikawa, os casacos foram apreendidos pela Receita em dezembro do ano passado. Segundo ele, ao invés de colocar em leilão a Receita escolheu fazer a doação porque achou que seria “melhor aplicado esses bens apreendidos”. Tetila agradeceu ao que considerou um “ato de solidariedade e demonstração de que os funcionários da Receita têm coração e espírito fraterno”.A secretária Ledi Ferla destacou os critérios adotados para a distribuição dos agasalhos, ressaltando que tanto entidades governamentais e não governamentais credenciadas pelo município farão a doação entre seus beneficiados. Segundo ela, cada família receberá apenas um agasalho.  Algumas entidades, como a ONG que oferece micro-crédito para os grupos de economia solidária, foram autorizadas a vender as peças que receberam para angariarem recursos.O chefe da Receita Federal afirmou que a transparência como foi feita a distribuição foi muito satisfatória, ressaltando que “quando há critérios claros e pré-estabelecidos ninguém se sente injustiçado”. Ishikawa disse, ainda, por isso, outras parcerias semelhantes deverão ser feitas entre a Prefeitura e a Receita. “É muito bom ver essa seriedade; isso abre portas para futuras parcerias, hoje são casacos, amanhã computadores e outros produtos que são diariamente apreendidos pela Receita em todo o Estado”, ratificou.Pelo critério de distribuição 8.000 peças irão para famílias indígenas, 1.500 para as famílias ligadas às entidades não governamentais, 498 para o projeto Renascer da Associação do Banco do Brasil e o restante para diversas entidades que fazem parte do Conselho de Assistência Social do Município.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Celulares apreendidos em presídios já foram doados a mais de 2 mil alunos de MS
EDUCAÇÃO
Celulares apreendidos em presídios já foram doados a mais de 2 mil alunos de MS
Caminhão de motorista vítima do "falso frete" passa por perícia
DOURADOS
Caminhão de motorista vítima do "falso frete" passa por perícia
CAMPO GRANDE
Homem agride esposa e ateia fogo nas roupas no dia do aniversário dela
Projeto de Marçal Filho quer omitir dados de clientes em cobranças
LEGISLATIVO
Projeto de Marçal Filho quer omitir dados de clientes em cobranças
Mulher que morreu em março é confirmada 11ª vítima da dengue no ano em MS
AEDES AEGYPTI
Mulher que morreu em março é confirmada 11ª vítima da dengue no ano em MS
PONTA PORÃ
Baleado em confronto com a polícia, traficante mentiu nome por ter mandado em aberto
PANDEMIA
MS registra mais 67 óbitos e quase 2 mil novos casos de coronavírus
ARQUITETURA E DESIGN
Design e aconchego: luminárias de madeira são opções perfeitas para o inverno
BRASIL
Ministério da Saúde recebe 1 milhão de doses de vacina contra covid-19
DOURADOS
Motorista baleado em golpe do "falso frete" é identificado

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente morre atropelado na BR-163 e condutor foge do local
DOURADOS
Homem tem carro furtado depois de ir com quatro pessoas para motel na BR-463
DOURADOS
Adolescentes e jovem são levados para DP para esclarecer furto de carro em motel
DOURADOS
Após filas e aglomerações, secretário faz duras críticas à população