Menu
Busca sexta, 03 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Receita prevê que 8 milhões de CPFs podem ser cancelados

19 janeiro 2004 - 19h04

Dia 30 é o prazo final para o contribuinte regularizar o número do seu CPF (Cadastro de Pessoa Física). Os documentos que estiverem irregulares serão cancelados no começo de fevereiro pela Receita Federal. Estima-se que pelo menos 8 milhões de CPFs possam ser cancelados. São os documentos dos contribuintes que deixaram de entregar a declaração de isento em 2002 e 2003. No ano passado foram cancelados 10 milhões por falta de entrega da declaração por dois anos consecutivos. Como regularizar No caso dos contribuintes isentos, que receberam em 2002 rendimentos tributáveis inferiores a R$ 12.696, basta procurar uma agência do Banco do Brasil, Caixa Econômica ou dos Correios e pagar uma taxa de R$ 4,50. Já os não-isentos devem entregar a declaração anual de ajuste com atraso. Nesse caso, estará sujeito ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima, de 20% do total do imposto. Quem tem o CPF cancelado fica impedido de abrir conta bancária, pedir crediário, tirar passaporte, participar de concurso público ou ainda ser parte em transações nos cartórios.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS
Biólogo douradense fala sobre fabricação e cuidados com máscaras caseiras; veja vídeo
BRASIL
Toffoli defende saída “diagonal” para isolamento por novo coronavírus
DOURADOS
Délia segue ideia de Bolsonaro e convoca população a jejuar e orar contra o coronavírus
TRIBUTO
Detran-MS altera calendário de licenciamento de 2020
DOURADOS
Com 1º caso completando uma semana, Comitê ainda não faz projeção de infectados pelo coronavírus
VOTAÇÃO ELETRÔNICA
MPE define lista tríplice para o cargo de procurador-geral nesta sexta-feira
CUIDADOS
MP Eleitoral fiscaliza uso abusivo de ações contra covid-19 nas eleições municipais no Estado
IMUNIZAÇÃO
Ministério da Saúde altera os grupos alvos nas fases de vacinação contra a Influenza
REPATRIADOS
Vindos da Bolívia, 150 brasileiros começam a chegar em Corumbá
GESTÃO DO COVID-19
Bolsonaro é aprovado por 33% e Ministério da Saúde por 76%, diz Datafolha

Mais Lidas

NOVA ANDRADINA
Hospital confirma três profissionais com coronavírus em unidade que atendeu idosa
CRIME AMBIENTAL
Pescador é flagrado com barco, motor de popa e petrecho de pesca
COVID-19
Familiares de casal que testou positivo para coronavírus em Dourados são monitorados
BOLETIM DA SES
Dourados registra mais um caso de coronavírus e MS tem 51 confirmações