Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Receita libera hoje consulta a lote da malha fina de 2006

17 fevereiro 2010 - 08h30

A Receita Federal liberou nesta quarta-feira a consulta ao lote residual do Imposto de Renda Pessoa Física 2006, no qual serão pagos R$ 9,04 milhões a 4.128 contribuintes.

Outros 14.946 terão que pagar R$ 32,04 milhões. Quem tem restituição a receber poderá sacar a partir do dia 24 deste mês, com correção de 43,28%, correspondente à variação da taxa Selic no período.

Amanhã (18), a Receita libera a consulta, a partir das 9h, ao lote residual de 2007, no qual serão restituídos R$ 14,12 milhões a 6.047 contribuintes. Outros 16,495 terão imposto a pagar, totalizando R$ 29,5 milhões. O valor poderá ser sacado a partir de 25 de fevereiro com correção de 30,29%.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita ou ligar para o Receitafone (146).

Deixe seu Comentário

Leia Também

ARQUITETURA & DESIGN
O sonho de toda mulher: o closet por Juliana Saraiva
PANDEMIA
Mesmo com o aumento diário de casos de coronavírus, douradenses mantêm isolamento baixo
COMER BEM
Comer sem engordar Burguer e batata e possível? Conheça o Burguer Fit.
BR-463
Alegando estar desempregado, homem é detido transportando drogas para Santa Catarina
NAVIRAÍ
Adolescentes membros de facção criminosa são apreendidos após roubo a boate
CLIMA
"Sobe e desce": temperatura aumenta 17ºC e depois cai 15ºC em Dourados
OPERAÇÃO DEP CAUGHT
Quatro municípios de MS são alvos de operação de combate a pedofilia
DOURADOS
Em emergência pelo Covid-19, prefeitura homologa R$ 3,6 milhões via dispensa de licitação
BRASIL
Publicada com vetos lei sobre ajuda financeira a estados e municípios
BR-463
Carreta com mais de 4t de maconha é apreendida entre Dourados e Ponta Porã

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher