quarta, 22 de maio de 2024
Dourados
32ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Receita Federal descobre maior golpe da história e prende oito

06 setembro 2003 - 15h06

A Receita Federal de São Paulo descobriu o que calcula ser o maior golpe já aplicado nos cofres da entidade na história. Oito pessoas já foram presas e três são procuradas pela Polícia Federal por destruir processos de dívida de empresas e falsificar certidões de débito. O desvio é calculado em R$ 100 milhões e envolveria técnicos da Receita, despachantes, auxiliares de escritório, assessores tributários e empresários de São Paulo, de Campinas e outras cidades. O esquema permitia que empresas recebessem certidões de que estavam em situação regular com a Receita, em troca de pagamento de 20% do valor da dívida para a quadrilha. Para isso, funcionários do órgão público destruíam processos e falsificavam de certidões negativas de dívida fiscal. Pelo menos 50 empresas grandes e médias teriam negociado com a quadrilha, segundo o corregedor-geral da Receita, Moacir Leão. Ele afirma que as empresas serão processadas. Para conseguir e violar as informações sobre as dívidas, alguns funcionários instalavam programas no teclados de computadores que gravavam a senha de outros técnicos. Com acesso aos dados, a quadrilha oferecia o "serviço de limpeza" para industriais e empresários de importação e exportação. O trabalho de identificação da quadrilha é feito em conjunto pela Receita Federal, pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal. O esquema foi descoberto em julho e, desde então, foram feitas gravações em vídeo dos setores e funcionários envolvidos. Leão afirma que ainda precisam ser identificados os "peixes grandes" que comandavam o sistema de fraude. Já foram presos: Marcos Antônio Ascari (técnico da Receita, do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas), Ruth Maria Israel (técnica da Receita), Osorito Vieira Alves (contador), Cleber Claus e Antonio Roberto Justel Quiles (assessores tributários), Ricardo Canal (auxiliar de escritório) e Rodrigo Sampaio Lopes e Edvaldo Cassimiro (despachantes). São procurados pela polícia: Célia Maria Israel (agente de portaria em Viracopos), Renata Cristina Moraes Moreira (despachante) e Fernando Tejo de Figueiredo Filho (técnico da Receita Federal).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Escritora Sylvia Cesco toma posse na Academia Sul-Mato-Grossense de Letras nesta quarta-feira
RECONHECIMENTO

Escritora Sylvia Cesco toma posse na Academia Sul-Mato-Grossense de Letras nesta quarta-feira

Empresários são detidos por desvio de energia elétrica após operação do SIG
REGIÃO 

Empresários são detidos por desvio de energia elétrica após operação do SIG

DEBATE

Projeto proíbe tomada de energia elétrica nas celas dos presídios

Geraldo Resende apresenta denúncia ao MP para investigar vereador por suposto crime de homofobia
POLÍTICA

Geraldo Resende apresenta denúncia ao MP para investigar vereador por suposto crime de homofobia

Programa de passagens aéreas acessíveis deve ser lançado em junho
BRASIL

Programa de passagens aéreas acessíveis deve ser lançado em junho

NOVA ANDRADINA

Homem é baleado após tentar atacar esposa e policiais com faca

INFORME PUBLICITÁRIO

Cresol realiza ações da 11ª Semana Nacional de Educação Financeira

MEGA-SENA

Prêmio principal acumula e sortudo de MS leva R$ 47 mil na 'quina'

MINISTÉRIO PÚBLICO

Prefeitura de Bandeirantes é multada em R$ 1 milhão por destinação inadequada de lixo e esgoto

INFORME PUBLICITÁRIO

Coleção Boiadeira, novidades de frio e mais na Herança do Rei com foco no público infantil e juvenil

Mais Lidas

DOURADOS 

Funcionário e irmão são presos por furto em supermercado

BRASIL

Adolescente mata os pais e a irmã após ficar sem celular

CARTÃO VERMELHO

Em Dourados, Gaeco cumpre mandados em empresa que fornece uniformes à Federação

R$ 37 MILHÕES

Empresa é contratada para prolongar avenida do Centro até parque público de Dourados