domingo, 14 de agosto de 2022
Dourados
33°max
18°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Receber benefício de segurado falecido é crime de estelionato

30 agosto 2004 - 14h56

O INSS recebe com freqüência denúncias anônimas que apontam familiares e amigos de segurados falecidos que continuam recebendo o benefício concedido pela Previdência Social. A prática é crime de estelionato, previsto no Código Penal Brasileiro, e a pena varia de um a cinco anos de reclusão, além de multa.Uma das situações mais comuns ocorre quando o segurado entrega o cartão e a senha para um amigo ou alguém da família para efetuar, por ele, os saques mensais. Quando o segurado morre, o fato não é comunicado ao INSS nem pelos familiares nem pelo cartório. Assim, a pessoa que está com o cartão e a senha, passa a receber indevidamente os valores referentes ao benefício.A auditoria do Instituto detectou outra situação freqüente. Ela decorre da falta de informação dos familiares ou mesmo da demora em buscar a regularização ao INSS. É o fato de dependentes do segurado continuarem recebendo, após a morte, o pagamento do benefício concedido ao titular, ao invés de legalmente requererem o benefício a que teriam direito, denominado pensão por morte. Só depois de alguns meses recebendo o benefício, o dependente procura o INSS para regularizar a situação. Nesse caso específico, se ficar comprovado que não houve a intenção de enganar ou causar prejuízo à Previdência Social, é afastado o crime de estelionato, permanecendo, porém, o desconto dos valores pagos indevidamente na pensão por morte. Para evitar essas situações, o INSS orienta a população beneficiária para que na morte do titular o fato seja informado, o mais rápido possível, à Agência da Previdência Social onde o benefício é mantido.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sistema reaproveita água doméstica para produção de alimentos
SUSTENTABILIDADE

Sistema reaproveita água doméstica para produção de alimentos

OPORTUNIDADE

Programa abre 200 vagas em curso de formação para microempreendedores de baixa renda

ANÁLISE

Brasil deve encerrar 2022 com índices de extrema pobreza em queda

Propaganda eleitoral começa nesta terça-feira
POLÍTICA

Propaganda eleitoral começa nesta terça-feira

Menina de 8 anos é vítima é atingida por bala perdida em frente a salão de festa
CAPITAL

Menina de 8 anos é vítima é atingida por bala perdida em frente a salão de festa

BRASIL

Morre Paulo Roberto Costa, 1º delator da Lava Jato e ex-diretor da Petrobras

TEMPO

Dourados e outras cidades de MS estão em alerta por baixa umidade do ar

SONORA

Homem é ferido a facadas durante discussão em fazenda

PAGAMENTO INSTANTÂNEO

Mais chaves PIX do que brasileiros: número de cadastros para transferências é o dobro da população

DOURADOS

Cras do Jóquei Clube tem serviços da "Sala do Empreendedor" nesta segunda-feira

Mais Lidas

DOURADOS

Acusado de raptar a ex e trocar tiros com a polícia tem alta e é levado para delegacia

DOURADOS

Homem que trocou tiros com a polícia na Linha do Potreirito havia sequestrado a ex

EMBRIAGUEZ

Caminhonete ocupada por cinco jovens capota na BR-376

DOURADOS

Douradense contaminado com "varíola dos macacos" viajou para o Paraguai recentemente