Menu
Busca terça, 02 de março de 2021
(67) 99257-3397

Raiz de mandioca tem novo preço mínimo

03 maio 2004 - 18h35

As indústrias deverão pagar 20% a mais pela tonelada na próxima safra no setor de amido de mandioca. Esta definição foi conluida dado ao preço mínimo de garantia de R$ 120,00 para a tonelada de raiz de mandioca na safra 2004/2005.O valor foi definido após exaustivo debate entre os industriais que participaram da reunião mensal dos associados da Associação Brasileira dos Produtores de Amido de Mandioca (ABAM), no  dia 23 passado em Guaíra, no Paraná. "Na verdade o assunto vem sendo debatido desde o início do ano de modo a chegar a um acordo que fique bom tanto para a indústria, principal interessada em ter garantia de produção, quanto para os produtores", explica o coordenador da Câmara Setorial da Mandioca, Carlos Gonçalves, que vem desenvolvendo junto a Secretaria de Estado da produção e Turismo (Seprotur), um trabalho de conscientização dos agricultores quanto à importância do contrato de garantia. Segundo ele o preço mínimo deverá ser aplicado nos contratos de fornecimento de raiz às indústrias fabricantes de amido de mandioca, assinados entre as indústrias e produtores rurais, porém lembra Carlos "nada impede que a indústria negocie com o produtor a um preço superior aos R$ 120,00 estipulado como mínimo de garantia na próxima safra". A definição de um preço mínimo para as negociações entre fabricantes de amido e produtores de mandioca é parte integrante do programa Plantio Responsável de Mandioca desenvolvido pela Câmara Setorial em Mato Grosso do Sul. O objetivo desse programa é assegurar maior oferta de matéria-prima às indústrias de amido, se estabelecendo com o produtor rural uma relação comercial que traga benefícios aos envolvidos na cadeia. Um exemplo prático está na Fecularia Mundo Novo, inaugurada em novembro de 2003.A indústria, que começou a funcionar a todo vapor há aproximadamente três semanas, está produzindo uma média de 200 toneladas/dia. Em Mundo Novo,  os resultados que a cultura da mandioca vem trazendo para a população da região, principalmente quando se fala de pequenos produtores é sasrisfatório, é o que afirmou o secretário de Agricultura do município, Aleamir Biazussi, durante o "I Encontro Sobre Agricultura Familiar e Conservação de Solo" que aconteceu na última quinta naquele município.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ITINERANTE
Carreta da Justiça finaliza atendimentos em Corguinho e segue para Rochedo
Adolescente é apreendido com R$ 3 mil e 44 porções de pasta-base
Assomasul discute com a SES compra de vacinas e eventuais medidas restritivas
IMUNIZAÇÃO
Assomasul discute com a SES compra de vacinas e eventuais medidas restritivas
MATO GROSSO
Homem é preso por abandonar esposa paraplégica sem comida
DOCENTE
Concurso da UFGD convoca para prova didática e heteroidentificação
TRÂNSITO
Médico é preso depois de bater veículo em ônibus no centro da Capital
FUTEBOL
Corinthians tem 19 casos positivos de Covid-19; oito são jogadores
Membro de facção rival ao PCC é espancado em cela de presídio
SELEÇÃO
Prefeitura divulga classificados no processo seletivo para auxiliar de serviços da Semed
CAMPO GRANDE
Idoso morre dois dias após cair de telhado e ficar preso em portão de casa

Mais Lidas

ACIDENTE
Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã
PRÓXIMO AO TRANSBORDO
Nova 'cracolândia': comerciantes relatam medo e ameaças no centro de Dourados
DOURADOS
Jovem colide moto e embriagado tenta fugir do hospital, mas é detido
DOURADOS 
Preso após agredir esposa, homem é investigado por engravidar a própria filha adolescente