Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Radicais expulsos do PT criam partido para eleição de 2006

20 janeiro 2004 - 11h12

A senadora Heloísa Helena, os deputados Luciana Genro (RS) e Babá (PA), que foram expulsos do PT em dezembro, e intelectuais que deixaram a legenda, como o cientista político Carlos Nelson Coutinho, anunciaram a criação de um novo partido de esquerda. O grupo quer legalizar a nova sigla até o fim do ano, para disputar as eleições presidenciais de 2006. Antes de participar do evento no Rio, a senadora alagoana disse que a reforma ministerial é o "pagamento do PT" pela aprovação das reformas no Congresso. "É uma distribuição de cargos para aqueles que, na minha opinião, conspiram contra os interesses do país e da humanidade. Do mesmo jeito que se montou um balcão de negócios no Congresso, onde curriolas inteiras foram empregadas, ganharam prestígio e poder para votar as reformas. Agora, veio o restante do pagamento."  

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Polícia localiza jovem que estava desaparecida desde quarta-feira
POLÍTICA
'Médico não abandona paciente', diz Mandetta sobre eventual demissão
CAPITAL
Mulher vê filha ser estuprada pelo avô que também a violentou quando criança
COVID-19
Saúde de MS recebe seis mil testes rápidos para diagnóstico do coronavírus
FRONTEIRA
Polícia Militar apreende 327 quilos de maconha em dois veículos
Marie Claire
Ex-BBB20 Felipe Prior é acusado de violentar mulheres, diz revista
SEU BOLSO
Governo antecipa prazo final de saque do abono do PIS-Pasep
JUSTIÇA
Mulher ofendida por rede social será indenizada por dano moral
ESCOLTA
PRF realiza escolta no repatriamento de brasileiros vindos da Bolívia
SAÚDE
Estudantes da UFGD criam site para divulgar dados atualizados da covid-19

Mais Lidas

NOVA ANDRADINA
Hospital confirma três profissionais com coronavírus em unidade que atendeu idosa
CRIME AMBIENTAL
Pescador é flagrado com barco, motor de popa e petrecho de pesca
COVID-19
Familiares de casal que testou positivo para coronavírus em Dourados são monitorados
BOLETIM DA SES
Dourados registra mais um caso de coronavírus e MS tem 51 confirmações